Família Gonçalves de Souza



Por Elis de Sisti Bernardes



1. Joaquim Gonçalves de Souza



Joaquim Gonçalves de Souza nasceu no dia 26 de dezembro de 1814, em Itapocoroy (Penha), junto a seu irmão gêmeo de nome João Francisco. Era filho de Francisco Gonçalves Fagundes de Souza, natural da Freguesia de São Miguel da Terra Firme e de Faustina Rosa de Jesus, natural de Santo Antônio de Lisboa, Desterro (Florianópolis). Neto paterno de Manoel Gonçalves Fagundes e de Anna Maria, naturais da Freguesia de São Miguel, e neto materno de Jorge da Cunha, natural da Ilha de São Jorge, nos Açores e de Maria Francisca, natural de Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira.

Anna Joaquina de Jesus nasceu em Itapocoroy e era filha de Silvério Pereira Machado e de Joaquina Ignacia de Jesus, naturais de Itapocoroy e moradores em Camboriú. Neta paterna de Thomaz Pereira da Rosa Machado e de Justina Ignacia de Jesus Espindola, naturais da Freguesia de São Miguel e moradores em Camboriú, e neta materna de Francisco Pereira da Silva, natural da Freguesia de São José e de Joaquina Ignacia de Jesus, natural da Freguesia de Santo Antonio de Lisboa, em Santa Catarina e moradores em Camboriú.

Joaquim e Anna casaram no dia 18/09/1841, em Itajaí, na Paróquia do Santíssimo Sacramento. Na ocasião, o pai do noivo já era falecido. Foram testemunhas, Marcelino José da Costa e Alexandre Gonçalves Fagundes. O vigário João Baptista Ramoino realizou o casamento.

O casal morou em Camboriú, onde nasceram os seguintes filhos:


- Maria Joaquina da Graça (*24/07/1842)
- Maria da Conceição de Souza (*25/03/1844)
- Maria (*10/09/1845, Camboriú +16/09/1845, Porto Belo Sep: Dentro da Igreja de Porto Belo)
- José Gonçalves de Souza Fagundes (*11/10/1846)
- Vicente Gonçalves de Souza (*~1849)
- Joaquina Roza (Maria) de Jesus (*10/09/1850)
- Marciano Gonçalves de Souza (*~1853)
- Maria Faustina da Graça (*~1854)
- João Gonçalves de Souza (*~1858)
- Gregorio Gonçalves de Souza (*~1859)

Por volta de 1860 a família se mudou para a Freguesia de Barra Velha e estabeleceram-se no Itapocú, onde nasceram mais filhos:

- Romão Gonçalves de Souza (*1862)
- Francisco Gonçalves de Souza (*1865)

Anna morreu entre 1865 e 1866. Com a morte de Anna, Joaquim se casou com Joaquina Maria do Nascimento, filha de Luiz de Borba Coelho e Maria Thomazia de Jesus Pereira, no dia 21/06/1869, no Paraty. Joaquina nasceu em 24/12/1822, em Armação de Itapocoroy, Penha, onde foi batizada no dia 24/01/1823, pelo Frei Martin Joaquin de Oliden. Foram seus padrinhos Jacinto Pereira e Joaquina Rosa.

A família se estabeleceu no Itaperiú ainda antes de 1889.

Joaquim Gonçalves de Souza faleceu antes de 1891.



Filhos de Joaquim Gonçalves de Souza e Anna Joaquina:



1.1 Maria Joaquina da Graça (*24/07/1842, Camboriú)

Maria Joaquina da Graça nasceu no dia 
24/07/1842, em Camboriú. 
Mudou-se com a família para a Freguesia de Barra Velha.

Casou com José Luis de Souza (*27/06/1840, Camboriú), filho de Luiz Albino de Souza e Custodia Claudina de Jesus, em 18/09/1865. Moraram no Itapocú (1886) e no Itaperiú (1890-1897).

José Luis de Souza foi batizado no dia 16/08/1840, na Vila de Porto Belo, Porto Belo. Foram padrinhos o Alferes Manoel Machado Airozo, solteiro e Cipriana Roza de Jezus.

José Luis de Souza faleceu entre 1894 e 1927.

Maria Joaquina no dia 23/03/1927, às 11 da manhã, no Itaperiú, de febre influenza. Foi sepultada no Itapocú.


Filhos:

- [Ver filhos em Família Souza]





1.2 Maria da Conceição de Souza (*25/03/1844, Camboriú +Antes 1905)

Maria da Conceição de Souza nasceu no dia 
25/03/1844, em Camboriú. Mudou-se com a família para a Freguesia de Barra Velha.


Casou com Francisco Alves de Souza, filho de Manoel Francisco de Carvalho e Florinda Rosa de Jesus. A família morou no Itaperiú (1895-1899).

Francisco faleceu entre 1885 e 1895. Maria da Conceição faleceu antes de 1905.


Filhos:

- [Ver filhos em Família Alves de Souza]







1.3 Maria (*10/09/1845, Camboriú +16/09/1845, Porto Belo Sep: Dentro da Igreja de Porto Belo)







1.4 José Gonçalves de Souza (Fagundes) (*11/10/1846, Camboriú +Entre 1887 e 1891)

José Gonçalves de Souza Fagundes nasceu no dia 
11/10/1846, em Camboriú. Foi batizado no dia 28/10/1846, na Freguesia de Itajaí. Foram seus padrinhos: Florencio Vieira da Costa e sua mulher Felicidade Rosa de Jesus. Mudou-se com a família para a Freguesia de Barra Velha.

Casou com Maria Luiza da Graça, filha de Vicente Thomaz de Espindula e Luiza Joanna da Graça (ou Luiza Rosa de Jesus). Neta paterna de José Thomas Ignacio de Espindola e Maria Joaquina Ignacia e materna de Manoel Francisco da Rosa e Joanna Rosa de Jesus. Maria Luiza nasceu por volta de 1848-1850, em Camboriú.

No dia 07 de agosto de 1882, José Gonçalves de Souza requereu terras para comprar no Itaperiú, no tamanho de 732 metros de frente com 915 metros de fundo, conforme publicado no jornal A Regeneração.


Jornal A Regeneração, Desterro, 17 de agosto de 1882

José Gonçalves de Souza faleceu entre 1887 e 1891. Maria Luiza da Graça morou no Itaperiú até 1898 e antes de 1900 mudou-se para o Putanga, hoje pertencente à Guaramirim. Maria Luiza faleceu após 1900.


Filhos:

- João Maria de Espindola (*23/06/1869, Freguesia de Barra Velha Bat. 06/08/1869, Penha Padr: Vicente Gonçalves de Souza e Prudencia Luiza da Graça, solteiros +Antes 1917) 
Casou com Maria do Carmo de Azevedo (*16/06/1872, Itaperiú), filha de João José Zeferino de Azevedo e Maria José da Conceição, em 22/08/1891, no Itaperiú. Moraram no Itaperiú.
     - Silvana Maria da Conceição (*10/07/1892, Itaperiú Pad. Gregorio Gonçalves de Souza e Maria Luiza da Graça +22/05/1977, Barra Velha)
     Casou com José Emílio de Souza (*~1887 +12/08/1958, Barra Velha), filho de Manoel José de SouzaFrancisca Maria da Conceição, no dia 16/11/1912, no Itaperiú, no civil no dia 14/01/1917, em Barra Velha.
          - [Ver filhos em Família de Manoel José de Souza]
     - Tertulino João de Espindola (Tertulliano no registro de batismo) (*21/04/1894 (ou 27) Bat. 18/05/1894, Barra Velha Pad. Avós maternos Sep: Santo Antonio)
     Casou com Antonia Clara da Silveira (*03/08/1900 +19/05/1935, Itaperiú Sep: Santo Antonio), filha de Marcellino Catharina da Silveira e Clara Francisca de Souza, em 07/01/1922 na Capela de Santo Antonio e no civil em 21/04/1924. Moraram em Santo Antonio.
          - Maria Espindula (*05/10/1924, Itaperiú)
          Casou com João Petronilho Borba (*15/10/1921, Itaperiú), filho de Petronilho Francisco de Borba e Cesarina Ignez Garcia, no dia 08/12/1945, na casa de seu pai, no Itaperiú.
          - Olindina Espindola (*10/08/1926, Santo Antonio, Itaperiú +27/01/2014)
          Casou com Ireno João de Souza (*15/09/1918, Santo Antonio, Itaperiú), filho de João Cerilho de Souza e Maria Amara da Cunha, no dia 29/01/1944, no cartório de Barra Velha. Filhos: Tertulino de Souza, Lenir de Souza, Antônia de Souza, João de Souza, Maria de Souza, Maria Guida de Souza, José de Souza, Marina de Souza e Irene de Souza.
          - Clara (*~1928)
          - João Tertulino de Espindula (*~1930)
          Casou com Maria de Souza. Filhos: José João Espindula (*~06/1954 +03/02/1956, Itaperiú Sep: Santo Antonio)
          - Lidio (*~1932)
          - Saturnina (*~1933)
          - José (*19/05/1935, Itaperiú)
     Após viuvar, Tertulino casou com Ananias Saturnina da Cunha (*10/04/1906, Itaperiú +12/06/1968, Santo Antonio, São João do Itaperiú Sep: Santo Antonio), filha de Jonas Appolinario da Cunha e Saturnina Leonidia Pereira, no dia 18/09/1937, no cartório de Barra Velha. Moraram em Santo Antonio.
          - Antonio Espindula (*~1937)
          - Joracy (*~1939)
          - Manoel Tertulino Espindola (*~1942)
          Casou com Maria de Lourdes Vieira, no dia 26/11/1965, no cartório de Barra Velha.
          - Nery (*~1944)
          - Ademar (*~1946)
          - Jair (*~1950)
     - Maria Augusta de Azevedo de Espindula (*06/05/1896, Itaperiú, Barra Velha Bat. 08/12/1897, Barra Velha Pad: Joaquim José de Souza e Luisa Augusta da Conceição +Após 1934)
     Casou com Firmo José de Borba (*~1894 +01/12/1934, Itaperiú Sep: Santo Antonio), filho de Domingos José de Borba e Rosa Francisca da Conceição, no dia 14/01/1917.
          - Manoel (*~1916)
          - Emilio (*~1918)
          - Felipe (*~1920)
          - Maria (*~1923)
          - Francisca (*~1923)
     - Valdemiro João de Souza (*21/01/1898 Bat. 05/06/1898, Barra Velha Pad: Francisco Correia da Silva e Paulina Maria da Conceição +Antes 1986).
     Casou com Maria Victoria de Borba (*12/04/1902, Barra Velha +22/07/1986, Joinville Sep: Saí-Mirim, Garuva), filha de Jacintho Francisco de Borba e Luciana Antonia de Souza, no dia 27/05/1922 no civil e 13/06/1922 na Capela de Santo Antonio, no Itaperiú.
          - Maria Souza (*~1927). Casou com _ Speck.
          - Valdevino João Souza (*~1930)
          - Maria Adi Souza (*~1933)
          - Juvenal Souza (*~1936)
          - Pedro Souza (*~1941)
     - José Espindola (*~1900, Guarany, RS)
     Casou com Ignacia Ramos (*~1909, Blumenau), filha de Simplicio dos Santos RamosTertuliana Isabel da Conceição, no dia 12/01/1927, na Capela de Santo Antonio.
     - Emilia Maria de Azevedo (*17/08/1904 +12/09/1995)
     Casou com João Baptista de Ávila (*02/01/1900 +27/05/1982, Barra Velha Sep: Santo Antonio), filho de João José de AvilaMaria Magdalena da Conceição da Costa, em 05/01/1924, no Itaperiú, pelo cartório de Barra Velha, e no dia 19/06/1924, na Capela de Santo Antonio de Itaperiú.
          - [Ver filhos em Família Avila]
     - Floripa Victoria de Souza (*23/12/1906)
     Casou com seu primo Domingos Romão Pereira (*04/11/1901 +03/01/1949), filho de Romão Florencio Pereira e Anna Maria de Azevedo, em 15/12/1928, no Itaperiú.
     - Theotonio de Souza (*18/02/1911, Itaperiú Pad. Antonio Martinho de Souza e Eugenia Maria de Azevedo)
     - Juvenal Eugenio de Souza (*25/12/1911, Itaperiú +01/07/1993, São João do Itaperiú Sep: Santo Antonio)
     Casou com sua prima Emília Ana Pereira (*05/04/1911, Itaperiú +19/09/1947 Sep: Santo Antonio), morador no Itaperiú, filha de Romão Florencio Pereira e Anna Maria de Azevedo, em 31/12/1932. Moraram em Santo Antonio.
          - Maria de Souza (*16/10/1930)
          - Maura Emilia de Souza (*~1932 +20/10/1972 Sep: Santo Antonio)
          - Adalcino de Souza (*~1933)
          - Elsa de Souza (*~1936)
          - Aurino de Souza (*~1940)
          - João de Souza (*~1943)
          - ..nio de Souza (*~1945)
     - Firmo de Souza

- Manoel (*29/07/1870 Bat. 08/05/1871, Penha Padr: Avós maternos)

- Joaquim José Gonçalves (*03/09/1871, Freguesia de Barra Velha Pad: O avô paterno Joaquim Gonçalves de Souza e sua segunda mulher, Joaquina Maria do Nascimento +06/08/1906, Itaperiú, de febre Sep: Itapocú). Não sabia escrever.
Casou com Luiza Augustinha de Jesus (*~1876, Distrito de Joinville +Após 1906), moradora no Distrito de Joinville, filha de João Marcellino Furtado e Agostinha Luiza de Jesus, no dia 30/05/1896, no cartório do Itapocú.
     - Maria (*~1898)
     - João (*~1899)
     - Francisco (*~1900)
     - José (*~1901)
     - Augusto (*~1904)

- Antonia (*24/09/1872, Freguesia de Barra Velha Pad: O avô paterno Joaquim Gonçalves de Souza e sua segunda mulher, Joaquina Maria do Nascimento) 

- Luiza Maria da Graça (*04/1874, Freguesia de Barra Velha Pad: Joaquim Jose Thomas e Carlota Luiza de Jesus) 
Casou com João de Deos de Borba (*09/03/1858, Itajaí), filho de João Felicio de Borba e Clementina Rosa de Souza, no civil em 27/06/1891, em São João e no religioso em 07/12/1892, em Barra Velha 
     - Maria (*15/03/1891, Freguesia de Barra Velha)
     - Manoel (*10/02/1894, Freguesia de Barra Velha)

- Diolinda (*10/01/1875, Freguesia de Barra Velha Pad: Jose Duarte de Faria e Diolinda Maria Coelho)

- Balbina Maria da Graça (*31/03/1877, Itaperiú Bat. 20/08/1877, Barra Velha Padr: Suterio José Coelho e Maria Francisca Coelho)
Casou com Esmael Francisco Bernardes (*~1874, Camboriú), filho de Francisco José Bernardes e Anna Lucinda Rosa, em 18/06/1898, no Itaperiú

- Maria José da Graça (*~1878, Freguesia de Barra Velha). Morou no Putanga (1900).
Casou com Lucas Francisco Marcellino (*~1880), morador no Putanga, filho de Francisco Marcellino Furtado e Prudencia Luiza da Graça, em 01/04/1900, no cartório de Barra Velha.

- Anna Maria da Graça (*~1882, Freguesia de Barra Velha +16/09/1908, Itapocú, no parto Sep: Itapocú). Morou no Itaperiú (1907).
Casou com Joaquim Agostinho de Carvalho (*~1879, Barra Velha), morador na Rainha, filho de Agostinho de Carvalho Bueno e Rita Sebastiana de Souza, em 21/12/1907 no Itaperiú.

- Marçal Gonçalves (*30/06/1882 Bat. 29/10/1882, Barra Velha Padr: Francisco Alves de Sousa e Maria da Conceição). Morou no Limoeiro, em São João do Itaperiú. Filhos:
     - Rosa Auta (*26/10/1941)

- Benvinda (*18/12/1883, Freguesia de Barra Velha Pad: Venancio Ramos de Espindola e Luiza Joanna da Graça)

- Alexo (*17/07/1885, Freguesia de Barra Velha Pad: Francisco Gonçalves de Souza e Maria José da Conceição)

José Damazio de Souza (*11/12/1887, Freguesia de Barra Velha). Morou no Itaperiú.
Casou com Candida Joaquina de Jesus (*~1892, Blumenau), moradora no Itaperiú, filha de Jacob Theiss e Joaquina Nunes, naturais de Blumenau, no dia 10/09/1910, na casa de Joaquim Vicente de Mello, no Itaperiú. Filhos:
     - Floria (*23/08/1924, Itaperiú)





1.5 Vicente Gonçalves de Souza (*~1848, Camboriú +Entre 1928-1936)

Vicente Gonçalves de Souza nasceu por volta de 1848, em Camboriú. 
Mudou-se com a família para a Freguesia de Barra Velha.

Casou com Maria Francisca da Silveira, natural de Camboriú, filha de Joaquim Francisco da Silveira e Marianna Ignacia da Conceição, por volta de 1871. Moraram no Itaperiú (1894-1910).

Maria Francisca faleceu entre 1890 e 1892. 

Após viuvar, Vicente casou com Idalina Marcolina Gomes Borges, nascida por volta de 1863, na Penha, filha de Agostinho José Borges e Maria Idalina Gomes. O casamento ocorreu no dia 26/09/1896, na Igreja de Penha. A família permaneceu morando no Itaperiú.

Vicente Gonçalves de Souza faleceu aos 78 anos, no dia 30/08/1926, às 7 horas da tarde, em sua casa, no Itaperiú, Paraty, de febre de paralisia. Foi sepultado no Itapocú. Deixou bens a inventariar e não deixou testamento nem declaração.

Idalina faleceu no dia 26/11/1936, no Itaperiú. Foi sepultada no Itapocú.


Filhos com Maria Francisca da Silveira:

- Antonia Maria da Silveira (*13/06/1872, Freguesia de Barra Velha +Após 1926
Casou com Bernardino José de Borba (*21/02/1863, Freguesia de Barra Velha), filho de José Felício de Borba e Anna Maria da Conceição, na igreja em 08/06/1889 e no civil em 14/06/1889, em Barra Velha 
     - [Ver filhos em Família de José Felicio de Borba]

- João (*26/01/1874, Freguesia de Barra Velha +Antes 1884)

- Firmo Gonçalves de Souza (*~1875, Itaperiú +08/03/1952, Itinga Sep: São João do Itaperiú
Casou com sua prima Maria Sebastiana de Souza (*~1880 +05/08/1952, Itaperiú Sep: São João do Itaperiú), filha de Germano Luis de Souza e de sua tia paterna Maria Faustina da Graça, no dia 25/12/1897, no Itaperiú.
     - Vicente (*~1898 +18/07/1901, Itaperiú, Barra Velha, de influenza Sep: Itapocú)
     - Germano Gregorio da Silveira (*~1899) 
     Casou com Francisca Alvina Soares (*~1906), filha de José Eduardo da Costa e Antonia Maria de Souza, no dia 13/09/1924, na Capela de Itaperiú
     - João Firmo Gonçalves (*26/05/1902, Itaperiú +31/12/1948, Itajuba, acidente Sep: Medeiros) 
     Casou com Martinha Maria de Aviz (*11/08/1909, São João Batista, Tijucas +22/11/1985, Itajaí), moradora no Rio do Peixe, filha de José Manoel de Aviz e Maria Francisca de Aviz, em 15/06/1935, no Itinga. Morou em Joinville, onde foi operário.
               - Nerico João Gonçalves (*~1943)
               - Maria Neves Gonçalves (*~1944)
     - Gustavo Tito da Silveira (+Antes 1952)
     Casou.
               - Maria
               - Antonia
               - José
               - Clara
               - Maria
               - João
     - Maria Silveira de Souza (*18/02/1908, Itaperiú +14/03/1980, Joinville)
     Casou com José Maçaneiro (*30/06/1902, Bananal, Guaramirim +09/09/1977, Joinville Sep: Joinville), filho de Reinaldo Antonio Maçaneiro e Francisca Rosa de Pinho, em 18/06/1932, em São João.
               - [Ver filhos em Família Maçaneiro]
     - Maria Gonçalves de Souza (*02/12/1909 +24/06/1980 Sep: São João do Itaperiú)  
     Casou com João Crespim Ludovino (*24/03/1908, Itaperiú +22/10/1972, Joinville Sep: São João do Itaperiú), filho de Crispim Ledovino dos SantosLibania Francisca de Ramos, no dia 14/11/1930, no cartório de Barra Velha.
     - Manoel Firmo da Silveira (*~1912, Itaperiú +23/11/1929, Itaperiú, picado por cobra Sep: Itaperiú). Solteiro.
     - Hercilio Firmo de Souza (*~1913 +Após 1952)
     Casou.

- Joaquim Gonçalves de Souza (*09/04/1877, Freguesia de Barra Velha Bat. 15/08/1877 Padr: Joaquim Felicio Borges e Valentina Machado de Jesus +12/06/1948, Itaperiú Sep: Itapocú)
Casou com Isabel Eduarda da Conceição (*05/11/1885, Barra Velha), filha de João Raulino Pereira e Eduarda Maria da Conceição, antes de 1908.
     - Alberto (*~1908)
     Casou antes de 1948.
     - Guilherme (*~1910)
     Casou antes de 1948.
     - Maria dos Reis de Souza (*06/01/1912 +19/04/1987, no Hospital São José, Colônia Santana, de septicemia Sep: Santa Cruz). Nasceu no dia de Reis.
     Casou com Theodoro José de Azevedo (*11/09/1909), filho de José Maria de Azevedo e Carolina Francisca de Souza, em 05/12/1934. Moraram no Ribeirão do Salto.
     - Hercílio Joaquim Gonçalves (*27/01/1917, Barra Velha)
     Casou Paulina Lidia da Rocha (*15/04/1922, Barra Velha), filha de Paulo Maximiano da Silva e Lidia Maria da Rocha, no dia 14/12/1943, no cartório de Barra Velha.
     - Lilia Souza (*03/02/1920)
     Casou com José Paulo da Silva (*21/05/1913 +1983, Joinville), filho de Paulo Maximiano da Silva e Lidia Maria da Rocha, no dia 31/12/1945, no cartório de Barra Velha.
     - Vicente de Souza (*~1921 +16/10/1993, Braço de Santo Antonio, São João do Itaperiú Sep: Itapocú)
     Casou antes de 1948. Moraram no Braço de Santo Antonio, em São João do Itaperiú.
           - Antonio Vicente de Souza
     - Pedro de Souza (*~1928). Solteiro em 1848.

- João Vicente Gonçalves (ou João Gonçalves da Silveira) (*21/12/1884, Freguesia de Barra Velha +Após 1926)
Casou com Maria Felicia. [Confirmar!]
     - Rosa (*~09/1912 +10/03/1913, de febre Sep: Itapocú)


Filhos com Idalina Marcolina Gomes Borges:

- Maria de Souza Borges (*02/01/1898, Barra Velha +29/06/1986, Joinville Sep: Fátima, Joinville). Sabia escrever.
Casou com Luiz João Baptista (*08/07/1894, Camboriú +Após 1986), filho de João Baptista da Silva e Ignez Maria Cavilha, viúvo de Ursula Anna de Azevedo Pereira, com quem teve 5 filhos, no dia 22/03/1941. Moraram em Joinville.
     - [Ver Família Batista]

Romario de Souza Borges (*08/10/1899 +14/01/1986)
Casou com Izolina Coelho de Aguiar (*25/07/1910), filha de Francisco Manoel de Aguiar e Lucinda Florinda Coelho, no dia 23/11/1929, na residência de João Gonçalves da Silveira, no Itaperiú.

- Libania de Souza Borges (*15/05/1901, Freguesia de Barra Velha +24/02/1978, Joinville)
Casou com Ubaldo Francisco de Aguiar (*15/05/1902, Itapocú), filho de Francisco Manoel de Aguiar e Lucinda Florinda Coelho, em 08/09/1928, na residência de João Gonçalves da Silveira, no Itaperiú.







1.6 Joaquina Roza (Maria) de Jesus

Joaquina Roza (Maria) de Jesus nasceu no dia 10/09/1850, em Camboriú. Foi batizada no dia 25/10/1850, na Matriz de Porto Belo. Foram seus padrinhos: Fernando Pereira da Silva e Mariana Francisca. 
Mudou-se com a família para a Freguesia de Barra Velha.

Casou com Ponciano José da Rosa (*12/06/1843, Penha Bat. 07/09/1843, Penha Padr: Jacinto José da Silva e Joaquina Rosa de Jesus), filho de José Joaquim da Costa e Francisca da Roza, ou Maria Caetana da Annunciação da Rosa, por volta de 1871, na Igreja Matriz da Vila do Paraty. Moraram na Passagem do Rio Itapocú (1890-1891) e talvez no Ribeirão das Minas, no Escalvado.

Ponciano faleceu antes de 1900. Joaquina faleceu antes de 1909.


Filhos:

- Vicentina Rosa de Jesus (*~1872 +29/10/1923, Barra Velha, de nevralgia Sep: Itapocú
Casou com Antonio Pereira Assumpção (*23/03/1864, Barra Velha +Após 1923), morador no Itaperiú, ex-escavo, liberto na pia batismal em 25/12/1864, filho da ex-escrava Felicia Luiza da Graça, ex-escravos de Joaquim José Pereirano dia 15/02/1890, na Igreja de Penha e no cartório em Barra Velha.
     - Ver filho em Família Pereira

- Maria José da Rosa (*29/10/1872, Freguesia de Barra Velha Bat. 03/02/1873, Barra Velha Padr: André Frederico Brenessen e Maria Faustina de Jesus(ou *~1882). Morou no Itaperiú.
Casou com José Francisco Dionysio (*~1880, Penha), morador no Itaperiú, filho de Francisco Dionysio da Rosa e Florinda Maria de Borba, no dia 30/10/1920, na Capela de São João de Itaperiú. Moraram no Itaperiú.

- Brazilizia (*12/1873, Freguesia de Barra Velha Bat. 21/03/1874, Barra Velha Padr: Joaquim da Rosa e Maria Joaquina de Assumpção)

- Joaquim (*15/11/1875, Freguesia de Barra Velha Bat. 20/03/1876, Barra Velha Padr: Francisco Miguel d'Oliveira)

- Emilia da Rosa (*~1882, Freguesia de Barra Velha +06/04/1942, Barra Velha).
Não casou civilmente.
     - Manoel Emilia (*~1912)
     - Maria Emilia (+Antes 1942)
          - [Filho]

- Thomaz Ponciano da Rosa (*~1883, Freguesia de Barra Velha +13/05/1941, Barra Velha)
Casou com Procopia Maria da Luz, no cartório de Barra Velha.
     - Ascendino Tomaz da Rosa (*~1912)
     - José Hermogines Rosa (*~1915)
     - Olibio Thomaz da Rosa (*~1918)
     - Ernesta Procopia da Rosa (*~1923)
     - Maria da Rosa (*~1925)
     - Hermogenes da Rosa (*~1929)
     - Maria Dorvalina da Rosa (*~1931)
     - Catarina da Rosa (*~1934)

- Paulo Ponciano da Roza (*~1888, Freguesia de Barra Velha +04/07/1965, Barra Velha Sep: São João do Itaperiú). Morou no Itaperiú.
Casou com sua prima Maria Francisca da Graça (*~1888 +03/01/1946, Itaperiú Sep: São João do Itaperiú), filha de Francisco Alves de Souza e de sua tia materna Maria da Conceição, moradora no Itaperiú, no dia 25/04/1909, na residência de Pedro Francisco Alves de Medeiro, no Itaperiú. No dia 17/05/1923, Paulo recebeu do Estado de Santa Catarina a concessão de uma área de terra de 211.375 m² em São João.
     - Maria Francisca da Rosa (*02/02/1910, Barra Velha +06/04/1989, Joinville)
     Casou com Beato Pedro Ricardo (*19/01/1909, Barra Velha +13/12/1965, Barra Velha Sep: São João do Itaperiú), filho ilegítimo de Pedro Ricardo da Silva e Izabel Maria da Silveira, no dia 28/11/1931, na casa de João Manoel Delmonego, no Itaperiú.
          - Rosa (*~1952)
     - Pedro Paulo da Roza (*24/03/1911, Barra Velha +15/04/1996, Joinville Sep: Fátima, Joinville)
     Casou com Eduarda de Souza Bernardes (*13/10/1917, Itaperiú +26/11/1985, Joinville Sep: Fátima, Joinville), filha de Bernardino Francisco Bernardes e Bernardina Francisca de Souza, no dia 21/01/1949, no cartório de Barra Velha. Não tiveram filhos. Mudaram-se para Joinville.
     - Manuel Paulo da Rosa (*27/08/1915, Barra Velha)
     Casou com Ana de Souza Bernardes (*27/02/1919, Itaperiú Bat. 13/06/1919, Itaperiú Padr: Eugenio Germano Souza e Hormina Pereira Miranda), filha de Bernardino Francisco Bernardes e Bernardina Francisca de Souza, no dia 17/10/1942, no cartório de Barra Velha.
          - Maria Ana da Rosa (*17/08/1942)
     - Francisco Paulo da Rosa (*~1922)
     - João Paulo da Rosa (*~1926). Solteiro em 1946.

- Manoel Ponciano (*11/02/1891, Passagem do Itapocú, Barra Velha)






1.7 Marciano Gonçalves de Souza (*~1853, Camboriú +Após 1924)

Marciano Gonçalves de Souza nasceu por volta de 1853, em Camboriú. Mudou-se com a família para a Freguesia de Barra Velha.

Casou com sua prima 2ª Maria Luiza de Borba, nascida por volta de 1843, em Camboriú ou Paraty, filha de Luiz de Borba Coelho e Maria Thomazia Pereira tia paterna de sua mãe, moradores no Paraty, no dia 30/11/1875, no Paraty. Moraram no Itaperiú (1895-1924).

No dia 05/02/1914, Marciano recebeu do Estado de Santa Catarina a concessão de 353.963m² de terras no Itaperiú.

Maria Luiza faleceu com 82 anos, no dia 08/09/1923, à meia-noite, em Barra Velha, vítima de influenza. Foi sepultada no Itaperiú. 

Após viuvar, Marciano casou com Luiza Maria da Graça (*04/1874, Freguesia de Barra Velha), sua sobrinha, filha de seu irmão José Gonçalves de Souza e de Maria Luiza da Graça, viúva de João de Deos de Borba, no dia 25/06/1924, no Itaperiú. Não tiveram filhos.

Marciano faleceu após 1924.


Filhos com Maria Luiza de Borba:

Pedro Marciano de Souza (ou Pedro Celestino de Souza) (*~1873, Itaperiú +26/06/1959, Massaranduba Sep: Ribeirão da Lagoa)
Casou com Amara Francisca da Conceição (Amara Maria da Conceição) (*1881, Itaperiú +Entre 1942-1959), filha de Francisco Alves de Souza e de sua tia paterna Maria da Conceição de Souza, em 02/04/1899, no Itaperiú e no dia 06/10/1905, na Capela do Itapocú. Moraram no Putanga e em Ribeirão da Lagoa, Massaranduba.
     - Eduvirges Amara de Souza (*30/07/1910, Guaramirim +Antes 1959)
     Casou com José Pedro Lopes (*12/04/1910, Cunha, Guaramirim), filho de João Pedro Lopes e Cipriana Margarida de Mello, morador no Putanga, no dia 24/07/1937, no distrito de Bananal, em Guaramirim.
           - Manoel Pedro Lopes (*19/06/1937, Guaramirim)
     - José Pedro de Souza (*21/02/1922 +17/10/1942, Ribeirão da Lagoa Sep: Santa Cruz). Solteiro.
     - Antonio Souza (*25/02/1926, Putanga, Guaramirim) - (Adotivo, filho biológico de Marcílio Dias e Porfira de Souza)
     Casou.
     - Francisco de Souza
     Casou.
     - Sebastiana
     Casou.
     - Maria 
     Casou com _ (+Antes 1959).

- Maria Marciana Gonçalves de Borba (*~1878, Itaperiú) 
Casou com seu primo Anastacio de Borba Pereira (*~1869, São Francisco do Sul +Após 1909), filho de seu tio materno Candido de Borba Pereira e de Victorina Maria de Jesus, no civil dia 24/04/1897, no Itaperiú, e no religioso dia 06/10/1905, em Barra Velha.

- Olegario Marciano de Souza (*06/03/1883, Barra Velha Bat. 17/04/1883, Barra Velha Padr: Vicente Gonçalves de Souza e sua mulher Maria Francisca da Silveira +Antes 1921)
Casou com sua prima Anna Maria da Conceição (*~1883), filha de Francisco Alves de Souza e Maria da Conceição de Souza, em 29/04/1905, no Itaperiú e no dia 05/10/1905, na Capela do Itapocú.

- João Marciano de Souza (*~1880, Barra Velha +Após 1924)
Casou com Henriqueta Maria de Oliveira (*~1885, Itapocú), moradora no Itapocú, filha de Vicente Fernandes da Maia e Anna Maria de Oliveira, no dia 16/04/1904, na casa de Anna Maria de Oliveira, pelo cartório do Itapocú.

- Engracia Maria da Conceição de Borba (*16/04/1887, Barra Velha Bat. 10/04/1888, Barra Velha Padr: José Luis de Souza e Maria Joaquina da Graça +07/06/1969 Sep: Santa Cruz
Casou com João Norberto Coelho (*05/06/1885 +20/01/1970 Sep: Santa Cruz), filho de Norberto José Coelho e de Francisca Maria Borges, no civil em 29/09/1910, no Itaperiú, e na igreja no dia 18/05/1913, no Itaperiú. Moraram no Itaperiú, no Morro dos Monos. 
     - Ver filhos em Família Coelho da Rocha





1.8 Maria Faustina da Graça (*~1853, Camboriú +12/12/1928, Itaperiú, de gripe Sep: Itaperiú)



Maria Faustina da Graça nasceu por volta de 1853, em Camboriú. Mudou-se com a família para a Freguesia de Barra Velha.

Casou com Germano Luiz de Souza, nascido no dia 28/05/1848, em Porto Belo, filho de Luiz Albino de Souza e Custodia Claudina de Jesus. Moraram no Itaperiú (1893).

Germano faleceu antes de 1928. Maria Faustina faleceu no dia 12/12/1928, às 3 horas da manhã, em sua residência, de gripe. Foi sepultada no Itaperiú.


Filhos:

- [Ver filho em Família Souza]




1.9 Pulqueria Rosa de Jesus (*~1857 +01/07/1930, Braço Serafim, Luiz Alves Sep: Braço Serafim, Luiz Alves)

Pulqueria Rosa de Jesus nasceu por volta de 1853, em Camboriú. Mudou-se com a família para a Freguesia de Barra Velha.

Casou com Philippe José dos Santos (*~1854 +23/04/1927, Braço Serafim, Luiz Alves Sep: Braço Serafim, Luiz Alves), filho de Alexandre José dos Santos e Barbara Jacintha de Jesus. Moraram no Itaperiú e mudaram-se para o Braço Serafim, em Luiz Alves, onde faleceram.


Filhos:

- Maria Pulcheria de Jesus (*~1879)
Casou com Lúcio Francisco Gonçalves (*~1863), filho de João Francisco Gonçalves e Anna Rosa de Jesus, morador em Luiz Alves, no dia 31/01/1907, na Capela São Vicente, em Luiz Alves.

- Jesuíno Alexandre dos Santos (*~1881, Itaperiú)
Casou com Maria Athanásia dos Santos (*~1887, Luiz Alves +Antes 1911), filha de Athanásio dos Santos e Thereza dos Santos, no dia 31/01/1906, na Capela São Vicente, em Luiz Alves.
Viúvo, Jesuíno casou com Maria Machado (*~1891, Luiz Alves), filha de Antônio Machado e Engracia Feliciana, no dia 09/12/1911, na Capela São Vicente, em Luiz Alves.

- Manoel Alexandro dos Santos (*11/06/1882, Luiz Alves Bat. 14/10/1882, Luiz Alves Padr: Manoel Alexandre dos Santos e Rita dos Santos de Jesus)
Casou com Isabel da Rocha (*~1885, Itajaí), filha de João Paulo da Rocha e Maria Serafina de Jesus, moradora em Luiz Alves, no dia 30/03/1907, na Capela São Vicente, Luiz Alves.


- Germano (*07/04/1894, Luiz Alves Bat. 12/07/1894, Luiz Alves Padr: José e Paulina Lenoir)





1.10 João Gonçalves de Souza (*~1858, Camboriú)

João Gonçalves de Souza nasceu por volta de 1858, em Camboriú. 
Mudou-se com a família para a Freguesia de Barra Velha.

Casou com Maria Josepha da Conceição, ou Maria José, natural de Paraty, filha de José de Borba Pereira e Josefa Maria de Jesus, no dia 17/07/1880, na Matriz de Barra Velha. Foram testemunhas, Manoel Gonçalves de Souza e Norberto Jose Coelho. Moraram no Itaperiú, onde nasceram seus filhos.

No dia 25/01/1883, João Gonçalves de Souza pediu ao Estado para comprar 130 braças de terras de frente com 500 de fundos no lugar Itapocú, distrito do Paraty.

Maria Josepha faleceu no dia 21/11/1902, às 12 horas da noite, em sua casa, no Itaperiú, distrito de Barra Velha, de febre. Foi sepultada no Cemitério do Itapocú.

João Gonçalves de Souza faleceu após 1902.

Filhos:

- Camilla Maria de Souza (*~1880, Itaperiú +09/09/1945, Nereu Ramos, Jaraguá do Sul, de câncer de útero Sep: Estrada Itapocú, Hansa, Corupá)
Casou com José Francisco Garcia (*09/06/1858, Camboriú +17/04/1922, Jaraguá do Sul, filho de Jeremias Francisco Garcia e Anna Maria Baptista, em 16/09/1897, no Itaperiú
     - Ver filhos em Família Garcia

Leonida (*~1882, Itaperiú +Após 1902)

- Maria Josepha de Borba (*28/03/1884, Itaperiú Bat. 10/01/1885, Barra Velha Padr: Quirino Antonio da Rocha e Maria Santa Garcia +Após 1909)
Casou com Antonio Pereira Lima (*~1883), filho de Joaquim Pereira Lima e Victalina Alves da Conceição, em 05/11/1909, no Itaperiú

- Clarinda (*21/08/1886, Barra Velha Bat. 25/09/1886, Barra Velha Padr: Vicente Gonçalves de Souza e Maria Francisca da Silveira +Antes 1902)

- Pedro (*~1887 +Após 1902)

- Donaria (*21/04/1890, Itaperiú +Após 1902)

- Anna (*01/02/1893, Itaperiú +Antes 1902)

- José João de Souza (*18/10/1894, Itaperiú +Após 1914). Morou em Joinville (1914).
Casou com Luiza Ana Pereira (*11/06/1893, Itaperiú, Barra Velha, filha de Manoel Florencio PereiraAnna Maria de Jesus de Souza, morador em Joinville, no dia 11/07/1914, na Capela do Itaperiú.

- João Gonçalves de Souza Filho (*25/07/1896, Itaperiú +27/01/1932, Poço Grande, de tuberculose Sep: Guaramirim). Morou no Poço Grande, em Guaramirim, onde foi operário.
Casou com Maria Luisa (+Antes 1932).

- Ireno (*~1899 +Após 1902)





1.11 Gregorio Gonçalves de Souza (*~1859, Camboriú)


Gregorio Gonçalves de Souza nasceu por volta de 1859, em Camboriú. 
Mudou-se com a família para a Freguesia de Barra Velha. Aprendeu a escrever.

Casou com Maria Luiza da Graça, nascida por volta de 1850, em Camboriú, filha de Vicente Thomaz de Espindula e Luiza Rosa da Graça, no dia 12/06/1888, na Igreja da Freguesia de Itapocú. Moraram no lugar São João, no Itaperiú (1891-1898)


Filhos:

- Urgelio (*19/04/1888, Freguesia de Barra Velha Pad: Miguel Leal de Souza Nunes e Nossa Senhora da Conceição)

Francisco (*03/12/1889, Itaperiú, Freguesia de Barra Velha)





1.12 Romão Gonçalves de Souza (*09/08/1862, Freguesia de Barra Velha +Entre 1910 e 1944)

Romão Gonçalves de Souza nasceu no dia 09/08/1862, na Freguesia de Barra Velha. 
Nasceu cego. Morou no Itaperiú (1904).

Casou com Bernardina Maria Thomazia (*~1889), filha de João Thomas da SilvaMaria Custodia de Jesus, em 28/05/1904, no Itaperiú e no dia 05/10/1905, na Capela do Itapocú.

Abriu uma quitanda no Itaperiú, que evoluiu e virou uma casa de secos e molhados, fazendas e armarinhos. Foi citado no jornal Gazeta de Joinville, no dia 14 de agosto de 1909, entre os fatos que mereciam destaque no município de Paraty.


Jornal Gazeta de Joinville, 14 de agosto de 1909

Romão faleceu entre 1910 e 1944. Bernardina faleceu com 54 anos, no dia 17/06/1944, às sete horas, no Itaperiú. Foi sepultada no Itapocú.


Filhos:

- José Romão de Souza (*13/09/1907). Morou no Itaperiú, onde foi negociante.
Casou com Imbranlina Lucinda Coelho (*24/09/1907), filha de Francisco Manoel de Aguiar e Lucinda Florinda Coelho, em 12/12/1925.
     - Antonio José de Souza (*12/11/1942)

Maria de Souza (*~1910)
Casou com Sebastião Bento da Silva, antes de 1944.





1.13 Francisco Gonçalves de Souza (*04/1865, Barra Velha +22/09/1912, Itaperiú)

Francisco Gonçalves de Souza nasceu em abril de 1865, em Barra Velha. Sabia escrever.


Casou com Leonidia Cezarina (Jacintha) de Borba, nascida no dia 02/09/1866, em Penha, filha de Jacintho Antonio de Borba e Cesária Jacinta de Jesus, por volta de 1889, na Igreja Matriz da Freguesia de Penha. Moraram no Itaperiú (1893), onde Francisco foi negociante.

Francisco faleceu no dia 22/09/1912, em sua residência, no Itaperiú.

Leonidia Cezarina faleceu no dia 05/02/1937, às 5 horas, no Itaperiú. Foi sepultada no Itapocú. Deixou bens a inventariar.


Filhos:

- João Henrique de Souza (*15/03/1890, Itaperiú, Barra Velha +11/02/1931, Itaperiú Sep: Itapocú)
     - Maria (*~1927)

- Pedro Francisco Gonçalves de Souza (*19/06/1894, Itaperiú, Barra Velha +17/04/1928, no hospital de Joinville quando estava sendo operado, sofria há quase dois anos de leucemia Sep: Itapocú)
Casou com Maria Lucinda de Aguiar (*~1896), filha de Francisco Manoel de Aguiar e Lucinda Francisca Coelho, antes de 1912.
     - Francisco (*16/08/1916)
     - Genesio (*22/08/1918)
     - João Pedro de Souza (*02/05/1920, Barra Velha)
     Casou com Angela Melicia Duarte (*30/05/1924, Itaperiú, Barra Velha), filha de Dionizio Duarte de Farias e Maria Celestina Borges, no dia 14/11/1941, na casa de José Bernardino Duarte, no Itaperiú.
     - Maria Gonçalves (*21/11/1921 +21/03/1975, Barra Velha Sep: Santo Antonio)
     Casou com _ dos Santos. Teve 3 filhos.
     - Leonidia (*02/02/1923)
     - Odorico (*04/07/1924)
     - Lucinda (*08/04/1927)

- Donilia Leonida Gonçalves de Jesus (*Barra Velha).
Casou com Francisco Damasio Pereira, entre 1919 e 1937.








Referências

- APESC. Índice geográfico dos processos de terras da secretaria da agricultura e do abastecimento - Coordenação de Legitimação e Cadastramento de Terras Devolutas - COLECATE. Florianópolis, mar. 2010.
- CARTÓRIO CIVIL. Livros de registros civis.
- IGREJA CATÓLICA. Livros de registros da igreja católica.
- MAFRA, Inácio da Silva. Genealogia.
- TOMIO, Telmo. Genealogia e História.