Família de Claudino Ramos


Por Elis de Sisti Bernardes


A família de Claudino Ramos já estava estabelecida no Itaperiú antes de 1890.

Claudino Francisco Ramos, ou  Claudino José dos Santos Ramos, nasceu no dia 21/11/1837, filho de Francisco Antonio dos Santos Ramos e Carolina Rosa de Jesus e era morador no Rio de Itapocú.

Casou com Clara Pereira da Silva, ou Clara Pereira do Nascimento, filha de Joaquim José PereiraJoaquina Ignacia de Borba Coelho, no dia 02/08/1873, no Itapocú, com o Padre João Maria Cybeo que revalidou o matrimônio dos dois que já contraíram nulamente. Foram testemunhas: Justino Francisco Garcia e Jose ?. Padre Cybeo os dispensou do impedimento de consanguinidade em segundo grau igual de linha transversal. Por penitência, Padre Cybeo solicitou que eles doassem 2$000 para Obra Pia do Bispado e que rezassem por um mês sete pater, ave e gloria.

Moraram no Itaperiú.

Claudino faleceu entre 1892 e 1899.

A família mudou-se para o Distrito de Itapocú, antes de 1899 e antes de 1908 voltou a morar no Itaperiú. Clara faleceu após 1908.



Filhos:



1. Carolina Conceição Pereira Ramos (*~1867)
Casou com seu primo Fructuozo de Braga Soares (*~1869), morador no Itaperiú, filho de Eduardo Soares da Costa e de sua tia Maria Pereira da Silva, no dia 11/06/1892, na residência de Claudino Francisco Ramos. Após o casamento ela passou a assinar-se Carolina Ramos Pereira Braga. Moraram no Itaperiú.





2. Maria Assumpção Pereira Ramos (*04/1870, Barra Velha Bat. 12/07/1871 Padr: Felippe Jose dos Santos Ramos e a Invocação de Nossa Senhora da Conceição +05/08/1940, Ribeirão do Salto Sep: Itaperiú). Sabia escrever.
Casou com seu primo Firmino Soares da Costa (*09/1870, Barra Velha Bat. 12/07/1871 Pad: seus tios João Antonio da Silva Apollinario e sua mulher Joaquina Pereira da Silva +Entre 1902-1940), morador no Itaperiú, filho de Eduardo Soares da Costa e Maria Pereira da Silva, no dia 20/05/1899, na casa de seu pai, no Itaperiú. Moraram no Itaperiú.

Filhos:

- [Ver filhos em Família Soares da Costa]





3. Jozepha Pereira Ramos (*27/08/1872, Barra Velha Bat. 03/02/1873 Pad: Eufrazio Soares da Costa e sua mulher, Felisbina Pereira do Nascimento +05/10/1922, Itaperiú, de febre espanhola Sep: Santo Antonio)
Casou com Pedro Celestino Pereira (*19/05/1883, Barra Velha), filho de João Pereira da Silva CatharinaMaria Clementina de Borba, na igreja católica. Moraram no Itaperiú.
Filho:

- [Ver filhos em Família Pereira]





4. Epiphanio (*27/04/1874, Saco Grande, Itajaí Bat. 01/06/1874, Itajaí Padr: José Joaquim Pereira, casado, morador no Itapocu, e madrinha Nossa Senhora da Conceição +29/06/1874, Itajaí Sep: Itajaí)





5. Maria da Gloria Ramos (*~1876 +08/05/1942, Ribeirão do Salto Sep: Santa Cruz). Morou no Ribeirão do Salto. Solteira.





6. Veronica (*09/07/1877, Taquaras, Camboriú Bat. 23/09/1877, Camboriú Padr: Pedro Francisco Ramos, solteiro, e Protetora Nossa Senhora do Bom Sucesso +29/06/1880, Bom Fim, Camboriú, "desastrosamente" Sep: Camboriú)





7. Galdino (*18/04/1879, Ribeirão do Meio, Camboriú Bat. 06/09/1879, Camboriú Padr: Florippe Pereira Machado e sua mulher Maria Francisca Ramos)





8. Simplicio dos Santos Ramos (*29/07/1880, Rio Pequeno, Camboriú Bat. 13/01/1881, Camboriú Padr: José Silverio Machado e Margarida Francisca Ramos +05/08/1962 Sep: Santa Cruz)
Casou com Tertuliana Isabel da Conceição (*24/04/1882, Barra Velha +26/07/1954 Sep: Santa Cruz), moradora no Itaperiú, filha de José Ignacio da Silva e Isabel Maria da Conceição, no dia 29/02/1908, na residência de José Ignacio da Silva, no Ribeirão do Salto. Moraram em Massaranduba e no Ribeirão do Salto, no Itaperiú.
Filhos:

- Ignacia Ramos (*~1909, Blumenau)
Casou com José Espindola (*~1900, Guarany, RS), filho de João Maria de EspindolaMaria do Carmo de Azevedo, morador de Santo Antonio, no dia 12/01/1927, na Capela de Santo Antonio.

- Antonio Simplicio Ramos (*09/03/1913 +29/04/1999 Sep: Santa Cruz)
Casou com Martinha Maria Ramos (*20/03/1913 +08/12/1974 Sep: Santa Cruz). Moraram no Ribeirão do Salto.
Filhos:
          - João Antonio Ramos (*27/08/1936 +02/07/1983 Sep: Santa Cruz)
          - Nair Martinha Ramos (*20/08/1938 +05/05/1945, Ribeirão do Salto Sep: Santa Cruz)

- João Simplicio Ramos (*22/09/1917, Barra Velha +22/01/1987, Joinville Sep: Santa Cruz). Morou em Massaranduba.
Casou com Sofia Tolentina Vieira (*30/08/1918, Biguaçu +16/11/1986 Sep: Santa Cruz), filha de João Placido Vieira e Tolentina Maria Vieira, no dia 27/04/1940, na casa da noiva, pelo cartório de Barra Velha. Moraram no Ribeirão do Salto e em Araquari.
Filhos:
          - Maria Sofia Ramos (*06/03/1941 +15/04/1943, Ribeirão do Salto Sep: Santa Cruz)
          - Antenor (*~1944)
          - José Ramos (*~1945)
          - Rosalvo (*~1947)
          - Joacir (*~1951)
          - Terezinha Sofia (*~1955)
          - Valmor (*~1957)
          - Orli (*~1961)

- Bernardina Tertuliana da Conceição Ramos (*20/05/1915 +07/07/1954, Ribeirão do Salto Sep: Santo Antonio)
Casou com João Albino de Souza (*14/09/1908), filho de Antonio Albino de Souza e Paulina Maria de Azevedo, no dia 10/02/1934, em Barra Velha.
Filhos:
          - [Ver filhos em Família Souza]





Referências

- CARTÓRIO CIVIL. Livros de registros.
- IGREJA CATÓLICA. Livros de registros.