Família de José Felicio de Borba


Por Elis de Sisti Bernardes


José Felicio de Borba, filho de Felicio de Borba Coelho e Thomazia Rosa de Jesus, nasceu dia 29/06/1820, em Armação de Itapocoroy, Penha, onde foi batizado dia 24/07/1820, pelo Frei Francisco de Santa Isabel. Sendo seus padrinhos, José Francisco de Toledo e Maria Ignacia. José Felicio foi alfabetizado, aprendendo a ler e a escrever. 

Casou com Anna Maria da Conceição, nascida por volta de 1827, filha de Fructuoso Soares da Costa e Maria Rosa, natural de Armação de Itapocoroy. O casal teve cinco filhos nascidos em Itajaí: Maria José da Conceição, Francisco José de Borba, Serafim José de Borba, Domingos José de Borba, Francisca Maria da Conceição. 

No ano de 1859, José Felicio foi eleito suplente do Juiz de Paz, com 111 votos e por ocupar este cargo, participou da mesa de eleição dos vereadores de Itajaí no mesmo ano. 

Entre 1860 e 1862 a família se mudou para a Freguesia de Barra Velha, onde nasceram mais cinco filhos: Bernardino José de Borba, Eduarda Maria da Conceição, Jacintho José de Borba, João Felicio de Borba e Carolina Rosa de Jesus. 

No dia 16/12/1862, em Barra Velha, o casal foi padrinho de batismo de Marcelino, filho de Joaquim Francisco da Silveira e Mariana Ignacia de Jesus. 

José Felicio de Borba e Anna Maria mudaram-se antes de 1869 para Itaperiú. Em março de 1873, depois de efetuada a medição de suas terras, o governo lhe concedeu o título de suas terras, pois até então era posseiro. 

No dia 08/11/1873, José Felício recebeu do Estado de Santa Catarina a concessão de uma área de terra de 300.000 m² no Itaperiú. 

No dia 25/07/1873, José Felicio foi padrinho de Margarida, filha da escrava Felicia de Joaquim Jose Pereira, batizada na Freguesia de Barra Velha. Maria Joaquina foi a madrinha. 

No dia 19/07/1880, José Felicio pediu ao Estado para comprar terras no sertão do rio Itaperiú. No dia 13/12/1880, José Felicio de Borba requereu terras juntamente com os filhos Serafim José de Borba, Domingos José de Borba, João Felicio de Borba, seu genro Manoel José de Souza e José de Borba Coelho e João Claudino. José Felicio teve o preço dos terrenos que requereu no Itaperiú reduzido para dois réis a braça quadrada, no dia 03/05/1884, devendo pagar o valor no prazo de três meses. 

José Felicio faleceu entre 1887 e 1891. Anna faleceu em 1892. 

Filhos:



1. Maria José da Conceição nasceu por volta de 1850, em Itajaí. 
Casou com João José Zeferino de Azevedo, por volta de 1869. João nasceu por volta de 1850, em São Francisco do Sul, filho de José Zeferino de Azevedo e Maria Úrsula da Graça, e com ele teve filhos nascidos no Itaperiú, em Barra Velha. Em 1883, João requereu terras no Itaperiú. 
Filhos:






2. Francisco José de Borba nasceu por volta de 1854, em Camboriú, ou Itajaí. Não sabia escrever. 
Casou com Leonidia Maria de Jesus, por volta do ano 1875, na Freguesia de Penha de Itapocoroy. Leonidia nasceu por volta de 1860, em Camboriú, ou Itajaí, filha do primo de seu pai, Raulino José Pereira e de Maria Polucena de Jesus. Moraram no Itaperiú.
Francisco faleceu no dia 26/05/1900, às 9 horas da noite, em sua própria residência, no Itaperiú, de influenza. Foi sepultado no Itapocú.
Leonidia faleceu com 90 anos, no dia 22/12/1942, às 17 horas, em um domicílio no Itaperiú, de causa ignorada. Foi sepultada no Cemitério de São João do Itaperiú.
Filhos: 

2.1 João Nestor de Borba (ou João Francisco de Borba) (*28/11/1876, Barra Velha Bat. 06/03/1876, Barra Velha Padr: João Raulino Pereira +23/08/1951, Itaperiú Sep: São João do Itaperiú)
Casou com Maria Francisca de Farias (*17/04/1881, Barra Velha + 29/07/1969 Sep: São João do Itaperiú), filha de Amancio Luis de Ramos e Francisca Luiza de Jesus de Farias, moradora no Itaperiú, no dia 24/12/1902, no cartório de Barra Velha.
Filhos:
- Leonidia Maria de Borba (*10/07/1905 +14/11/1954, Itaperiú Sep: São João do Itaperiú)
Casou com João Januario de Borba.
          - João Januario Junior (*~1933)
          - Valdir João Borba (*~1936)
          - Antenor João Borba (*~1938)
          - José João Borba (*~1941)
- Francisca Borba (*26/10/1910 +08/12/1939, Itaperiú Sep: São João do Itaperiú)
Casou com o primo de sua mãe Antonio Bernardino Duarte (*19/05/1905, Barra Velha +10/12/1980, Garuva Sep: Garuva), filho de Bernardino Duarte de Farias e Maria Fausta de Borba, no dia 16/05/1931, na casa de seu pai, no Itaperiú. 
          - [Ver filhos em Família Duarte de Farias]
- Lidia Maria de Borba (*~1914 +Após 1951)
- José João Borba (*~1917 +Após 1951). Solteiro em 1951.
- Antonio João Borba (*~1918 +Após 1951)
Casou.
- Maria Francisca Borba (*~1923 +Após 1951)
Casou.
- Manoel João de Borba (*26/08/1918 +19/12/2004 Sep: São João do Itaperiú). Solteiro em 1951.
- Zita? Maria Borba (*~1928 +Após 1951)
Casou com Manoel Paulo da Costa.



2.2 Petronilho Francisco de Borba (*31/05/1877, Itaperiú Bat. 26/11/1877, Barra Velha Padr: José de Borba e a sagrada proteção de Nossa Senhora da Conceição +29/12/1941, Itaperiú Sep: São João do Itaperiú). Não aprendeu a ler e nem escrever. Residiu no Itaperiú.
Casou com Cesarina Ignes Garcia, a Gina, (*20/04/1884, Freguesia de São Pedro Apóstolo, Gaspar +25/08/1945, Itaperiú Sep: São João do Itaperiú), filha de José Francisco Garcia e Lucinda Rosa Bernardes. A união civil do casal ocorreu na residência da noiva, no dia 30/07/1904, às cinco horas da tarde. Ignacio José de Avila era o Juiz de Paz e João Olegario da Silva, o Escrivão. Foram testemunhas, Roberto Manoel Ribeiro, de 31 anos, Bernardino José de Borba, tio de Petronilho, Thomaz Francisco Garcia, tio paterno de Cesarina e Filumina Rosa Bernardes, tia materna de Cesarina, todos lavradores e moradores no Itaperiú. Também estavam presentes, Silvano Bento Garcia, tio paterno da noiva, Umbelino Damasio de Brito, Abilio Julio dos Passos e Manoel Joze de Souza, tio de Cesarina, marido de Filumina. Já o casamento religioso ocorreu apenas no dia 13/12/1915, na Capela do Itaperiú, e foi realizado pelo Padre Augusto Weicherding. Foram testemunhas o italiano Baptista Dal Ri, e o tio materno de Cesarina, José Jeremias Bernardes. Na ocasião, Cesarina estava grávida do quinto filho do casal, Anisio, que nasceu em março do ano seguinte. O casal morou no Itaperiú, onde Petronilho foi lavrador e Cesarina foi costureira e lavradora. No Itaperiú nasceram seus oito filhos. Petronilho Francisco de Borba faleceu de morte natural, no Itaperiú, no dia 29/12/1941, às dez horas, aos 65 anos. Ele foi sepultado no cemitério de São João do Itaperiú. Em março de 1943 faleceu o filho José. No ano seguinte, em outubro, faleceu o filho Francisco. Cesarina Ignes Garcia faleceu em sua residência, no dia 25/08/1945, às nove horas, aos 61 anos, de morte natural. Foi sepultada no cemitério de São João do Itaperiú.
Filhos:

- Francisco Petronilho Borba (*21/10/1905 +24/10/1944, Itaperiú Sep: São João do Itaperiú)
Casou com Antonia Maria Rosa, em Joinville
Filhos:
          - José Francisco Borba (*~1938 +22/09/1941, Itaperiú Sep: Itaperiú)
          - Maria Borba (*~1943)

- José Petronilho Borba (*02/1908 +23/03/1943, Itaperiú Sep: São João do Itaperiú)
Casou com Maria Francisca de Borba, no dia 15/01/1938, no cartório de Barra Velha.
Filhos:
          - Avelina Maria de Borba (*15/02/1941 +07/08/2006 Sep: Santo Antonio)
          Casou com Manoel José de Souza (*31/10/1933 +01/08/2005 Sep: Santo Antonio)

- Arlindo Petronilho Borba (*08/07/1910)
Casou com Maria Francisca de Borba, no dia 04/11/1933
Filhos:
          - Donsilia Borba (*04/08/1935, Itaperiú +12/08/1935, Itaperiú Sep: São João do Itaperiú)
          - Petronilho Arlindo Borba (*1943 +2013 Sep: São João do Itaperiú)
          Casou com Maria Fernanda Gabriel, no dia 23/10/1965, no cartório de Barra Velha.

- Lucinda Cezarina Borba (*03/12/1912 +)
Casou com João Felicio da Rosa (+), no dia 18/03/1933, no cartório de Barra Velha.
Filhos:
          - Valdomiro João da Rosa (Vadico)
          - Raulino João da Rosa (*25/11/1941)
          Casou com Vilma Linhares (*03/12/1947)
          - ___ da Rosa
          - ___ da Rosa
          - ___ da Rosa
          - ___ da Rosa
          - ___ da Rosa
          - ___ da Rosa
          - ___ da Rosa
          - ___ da Rosa
          - ___ da Rosa

- Anisio Petronilho Borba (*31/03/1916, Itaperiú)
Casou com Nair Coelho (*15/05/1920, Itaperiú), no dia 31/05/1945, no cartório de Barra Velha. Moraram em São João do Itaperiú. Filho:
          - Arci Borba (*~1947+21/03/1950)
          - _ Borba
          - _ Borba

- Floriza Cezarina Borba (*29/12/1918 +10/04/1982)
Casou com Antonio João Borba (*15/11/1912 + 10/02/1968), no dia 10/02/19**, no civil em 27/09/1944.
Filhos:
          - Maria Borba (*16/03/1944)
          Casou com Mauri Manuel Hostim (*17/04/1938), no dia 18/06/1960, no cartório de Barra Velha.
          - José Antônio Borba (*27/04/1947)
          Casou com Maria Souza (*27/01/1948), no dia 14/06/1974, no cartório de Barra Velha.
          - João Antônio Borba (*20/06/1956 +14/04/2010)

- João Petronilho Borba (*15/07/1921 +25/05/2010 Sep: São João do Itaperiú)
Casou com Maria Espindula (*06/09/1926 +28/12/1995 Sep: São João do Itaperiú), no dia 08/12/1945, no cartório de Barra Velha.

- Antonio Petronilho Borba (*13/06/1924)
Casou com Rosa Francisca de Oliveira (*06/09/1926), no dia 20/04/1946, no cartório de Barra Velha.



2.3 Saturnina Leonidia Pereira (*~1878 +13/09/1938, Itaperiú). 
Casou com Jonas Appolinario da Cunha (*28/11/1872, Barra Velha), filho de João Antonio da Silva Apolinario e Joaquina Pereira da Silva.

- [Veja filhos em Família Cunha]



2.4 Maria Amancia de Borba (*~1880). 
Casou com José Amancio.



2.5 Dorothea Leonidia de Borba (*27/03/1880, Barra Velha Bat. 31/10/1880, Penha, como Delatiria Pad: João Zeferino de Azevedo e Maria José da Conceição +Antes 1907) 
Casou com Roberto Manoel Ribeiro (*~1872, Barra Velha), filho de Manoel João Ribeiro e Anna Terenciana de Ramos, morador no Itaperiú, no dia 24/12/1903, no cartório de Barra Velha.
Filhos:

- [Ver filhos em Família Ribeiro]



2.6 José Borba (*03/03/1882, Barra Velha Bat. 24/09/1882 Padr: Jacintho José de Borba e a Invocação de Nossa Senhora da Conceição +Antes 1900) 



2.7 Amaro Francisco de Borba (*16/03/1884, Barra Velha Bat. 10/08/1884 Padr: os avós paternos +26/12/1959, Barra Velha)
Casou com Maria Francisca de Jesus (*28/08/1892, Itaperiú), filha de Amancio Luis de Ramos e Francisca Luiza de Jesus de Farias, moradora no Itaperiú, no dia 25/02/1911, na casa de Leonidia, no Itaperiú.



2.8 Maria Magdalena de Borba (ou Maria Leonidia) (*25/05/1886, Barra Velha Bat. 25/09/1886, Barra Velha Padr: Jacintho Francisco de Borba e Nossa Senhora da Conceição +01/07/1955, Itaperiú Sep: São João do Itaperiú). 
Casou com José Amancio de Ramos (*~1878, Barra Velha +17/12/1936, São João do Itaperiú Sep: São João do Itaperiú), filho de Amancio Luiz de Ramos e Francisca Luiza de Jesus de Farias, morador no Itaperiú, no dia 19/11/1904, na residência de Leonidia Maria Pereira, no Itaperiú. Moraram no Itaperiú.
Filhos:

- [Ver filhos em Família de Amancio Luiz de Ramos]



2.9 Maria (*24/02/1889, Itaperiú, Barra Velha Bat. 25/09/1886, Barra Velha Padr: Jacintho Francisco de Borba e Nossa Senhora da Conceição). 



2.10 Rosa Leonidia de Borba (*02/03/1891, Itaperiú)
Casou com Alexandre João Ignacio Roza (*~1887), morador na Rainha, em Barra Velha, filho de João Ignacio da Silva e Maria Luiza do Nascimento, no dia 03/07/1909, na casa de Leonida Maria Pereira, no Itaperiú.



2.11 Sebastiana Leonidia de Borba (*~1892 +26/07/1943, Barra Velha). 
Casou com Antonio João Ignacio (*~1887, Joinville +Antes 1943), morador na Rainha, filho de João Ignacio da Silva e Maria Luiza do Nascimento, no dia 03/04/1915, na casa de Leonidia, no Itaperiú.



2.12 Sebastião (*19/04/1893, Itaperiú). 



2.13 Anna Leonidia das Neves (*~1897 +31/05/1986, Hospital São José, Joinville Sep: São João do Itaperiú). 
Casou com Tertulino José Duarte (*02/05/1883, Barra Velha +07/09/1957, Itaperiú Sep: São João do Itaperiú), filho de José Duarte de Farias e Felisbina Joaquina Pereira, no dia 28/06/1915, na casa de sua mãe, no Itaperiú. Moraram em São João do Itaperiú.
Filhos:

- [Ver filhos em Família Duarte de Farias]





3. Serafim José de Borba nasceu no dia 28/01/1854, em Camboriú, ou Itajaí. Foi batizado no dia 26/05/1854, na Matriz de Porto Bello, pelo Frei João da Natividade Nobre. Foram padrinhos Florencio Pereira da Silva e Maria Francisca. Foi lavrador. 
Casou com Fausta Francisca de Borba, no dia 13/03/1881, em Barra Velha. Foram testemunhas, Bento José Borges e Francisco José de Borba, irmão de Serafim. O Padre foi João Domingues Alvares Veiga. Fausta nasceu no dia 18/12/1863, em Camboriú, filha de seu tio paterno, Francisco de Borba Coelho e Anna Rosa Ignacia, moradores da freguesia do Santíssimo Sacramento de Itajaí. Moraram no Itaperiú (1889) e em São Francisco (1917). Serafim faleceu após 1917. Fausta faleceu após 1917.
Filhos: 

3.1 Maria Fausta Francisca de Borba (*03/09/1882, Barra Velha Bat. 25/09/1882, Rainha Padr: José Felicio de Borba e Encarnação de Nossa Senhora da Conceição +06 a 12/1911).
Casou com Bernardino Duarte de Farias (*28/11/1870, Barra Velha +07/03/1931, Itaperiú Sep: Itapocú), filho de Joaquim José Duarte e Luiza Caetana de Farias, no dia 29/03/1902, na casa de Serafim José de Borba, no Itaperiú.
Filhos:

- [Ver em Família Duarte de Farias



3.2 Anna Fausta de Borba (*21/02/1884, Barra Velha Bat. 10/08/1884, Barra Velha Padr: tios paternos, Domingos José de Borba e Rosa Francisca da Conceição)
Casou com Felisbino José da Rosa (*~1884, Camboriú), morador no Itaperiú, filho de José Joaquim da Rosa e Maria Felesbina da Conceição, no dia 01/02/1913.
Filhos:

- Antonio (*~08/1912)



3.3 Amara (*23/09/1886 Bat. 22/11/1886, Rainha, Araquari Padr: Jacintho Francisco de Borba e Luciana Antonia de Souza) 



3.4 João Hilário de Borba (*13/01/1888, Barra Velha Bat. 11/04/1888, Barra Velha Pad: Bento José de Borba e Thomasia Francisca de Borba)
Casou com Mercedes Duarte Pereira (*~1893, Camboriú), filha de Daniel Duarte Pereira e Joaquina Felesbina da Conceição, moradora no Itaperiú, no dia 01/02/1913, no cartório de Barra Velha.



3.5 José (*05/09/1889) 



3.6 Francisco (*22/11/1890, Itaperiú) 



3.7 Sebastião Serafim de Borba (*28/10/1892, Itaperiú Bat: Itaperiú). Sabia escrever.
Casou com Cedalia Maria Correa (*15/04/1894, Itaperiú +Antes 1920), filha de Felippe Correia da Silva e Maria Pereira Soares, no dia 25/12/1917. Cedalia faleceu. 
Filho:

- Arnoldo (*~1919)

Casou pela segunda vez aos 28 anos com Antonia Anna Alves da Conceição (*~1901, Itaperiú), filha de José Francisco Alves e de Anna Eduarda Soares, de 19 anos, no dia 13/07/1920, na Capela de Santo Antonio, no Itaperiú. Foram testemunhas, Paulo Ponciano da Rosa e Felisbino José da Rosa. 



3.8 Domingos de Borba 



3.9 Lucinda (*07/10/1895, Itaperiú) 



3.10 Francisca Fausta de Borba (+03/10/1901, Itaperiú, Barra Velha, de febre Sep: Itapocú)





4. Domingos José de Borba nasceu por volta de 1855, em Camboriú, ou Itajaí. 
Casou com Rosa Francisca da Conceição, nascida em Camboriú, ou Itajaí em 30/05/1858, sua prima, filha de seu tio paterno, Francisco de Borba Coelho e Anna Rosa Ignacia, antes de 1883, na Igreja Matriz de Penha de Itapocoroy. Tiveram seis filhos nascidos em Barra Velha. Morou no Itaperiú antes de 1889 e estabeleceu-se na atual localidade de Santo Antonio, onde foi lavrador. 
No dia 23/01/1913, Domingos recebeu do Estado de Santa Catarina a concessão de uma área de terra de 673.953,5 m² na Linha Itaperiú.
Domingos faleceu com 72 anos, no dia 31/05/1927, às 9 horas da tarde, em sua residência, vítima de icterícia, após sofrer por dois meses. Foi sepultado no Cemitério de Santo Antonio.
Rosa faleceu entre 1927 e 1938. 
Filhos: 

4.1 Cyriaco Abrahão de Borba (*16/03/1884, Barra Velha Bat. 10/08/1884, Barra Velha Padr: avós paternos, José Felicio de Borba e Anna Maria da Conceição +29/10/1939? Sep: Santo Antonio)
Casou com Maria José dos Santos (*21/05/1893 +17/10/1989 Sep: Santo Antonio).
Filhos:

- Rosa.

Bento Ciriaco de Borba (*01/11/1920, Barra Velha)
Casou com Odilia Liandro (*30/12/1926, Barra Velha), filha de Augusto Manoel Liandro e Izabel Maria Cortona, no dia 14/04/1945, no cartório de Barra Velha.



4.2 Mauricio (*22/09/1886, Barra Velha Bat. 04/11/1886, Barra Velha Padr: Jacintho José de Borba e Anna Maria da Conceição +Antes 1927)



4.3 José Domingos de Borba (*06/02/1889, Itaperiú, Barra Velha +10/10/1943, Barra Velha). Sabia escrever.
Casou com Maria Anna de Souza (*06/12/1894, Itaperiú, Barra Velha +07/11/1951, Santo Antonio, Barra Velha Sep: Santo Antonio), filha de Manoel Florencio Pereira e Anna Maria de Souza, moradora no Itaperiú, no dia 31/12/1917, no cartório de Barra Velha.
Filhos:

- Nestor Vitor de Borba (*08/09/1916 +1992)
Casou com Isabel Ávila (+05/09/2004)

- Elpidio José de Borba (*02/09/1917 +11/04/2012 Sep: Santo Antonio)
Casou com Leontina Gonçalves.

- Maria Lucia de Borba (*02/04/1919 +Após 1951)
Casou com João.
Casou com Eduardo.

- Maria Madalena de Borba (*1921 +Após 1951)
Casou com José Zacaria.

- Manoel de Borba (*18/08/1923, São João do Itaperiú, Barra Velha +29/07/2003, Joinville). Foi alfaiate, desde novo, mesmo antes de servir o Exército em Joinville. Morou em Joinville.
Casou com Mailde Rosa Pereira (*18/05/1928, Morro dos Monos), filha de Jordão Pereira Lima e Rosa Köning, no dia 25/09/1948, no cartório de Joinville. Filhos: Mariza, Mírian, Maria Ângela e Marcelo Leandro de Borba.

- Domingos Bonifacio de Borba (14/05/1925 +Após 1951)
Casou com Luiza Borba (*28/08/1924)

- Francisca Natalia de Borba (Chica) (*01/12/1927 +Após 1951)
Casou com Yanes Berzkalnz.
Filhos: 2

- José Natalicio de Borba (*25/12/1929 +25/08/1988)
Casou com Anna Pereira.

- Mario José de Borba (*11/1931 +Após 1951)
Casou com Elizia Borba (+1998)

- Tereza de Borba (*03/01/1934)
Casou com João Manoel Patrício (*02/03/1932 +06/12/1980)



4.4 João de Borba (*13/02/1891, Itaperiú +Antes 1927) 



4.5 Firmo José de Borba (*01/06/1893, Itaperiú, Barra Velha +Antes 1927). 
Casou com Maria Augusta de Azevedo, nascida no dia 06/03/1896, filha de João Maria de Espindula e Maria do Carmo de Azevedo, no dia 14/01/1917, no cartório de Barra Velha.
Filhos:
- Manoel (*~1916)
- Emilio (*~1918)
- Felipe (*~1920)
- Maria (*~1923)
- Francisca (*~1923)



4.6 Lucio José de Borba (*04/03/1900, Barra Velha +30/06/1967 Sep: Santo Antonio)
Casou com Anna Lucinda Vieira (*16/05/1903, Barra Velha +09/11/1988, Santo Antonio Sep: Santo Antonio), moradora no Itaperiú, filha de Fermino Pedro VieiraLucinda Francisca Bernardes, no dia 12/09/1925, na casa de Julio Henrique Ferreira, pelo cartório de Barra Velha, e no dia 01/10/1925, na Capela do Itaperiú.
Filhos:
- Avelino Lucio de Borba
- Cesinio Lucio de Borba (*29/05/1929 +11/04/2003)
-
-



4.7 Francisco de Borba (*~1897 +Antes 1927)



4.8 Francisca Rosa de Borba (*~1904 +23/05/1926). Sabia escrever. 
Casou com José Paulo Pereira (*25/01/1891, Itaperiú, Barra Velha +29/01/1973, Barra Velha Sep: Santo Antonio), filho de Manoel Florencio Pereira e Anna Maria de Souza, morador no Itaperiú, no dia 12/10/1918, na casa de Domingos José de Borba, no Itaperiú. Moraram no Itaperiú.





5. Francisca Maria da Conceição nasceu no dia 19/07/1858, Itajaí, onde foi batizada dia 30/11/1858, em Itajaí, pelo Padre João Luiz Nepomuceno de Macedo. Foram padrinhos, Bernardo Pereira Rodrigues e Francisca Maria do Espírito Santo. 
Casou com Manoel José de Souza, que nasceu por volta de 1850, filho de José Francisco de Souza e Carolina Rosa de Jesus, por volta de 1875. Tiveram filhos nascidos em Barra Velha. 
Filhos:






6. Bernardino Jozé de Borba nasceu no dia 21/02/1863, em Barra Velha, onde foi batizado no dia 04/06/1863, pelo Padre Antonio Francisco Nobrega. Foram padrinhos, o avô materno, Fructuoso Soares da Costa e Maria Infância da Silveira. Sabia ler e escrever. 
Casou aos 26 anos com Antonia Maria da Silveira, de 17 anos, filha de Vicente Gonçalves de Souza e Maria Francisca da Silveira, no religioso no dia 08/06/1889, ao meio-dia, em Barra Velha. Foram testemunhas, Domingos José de Borba, irmão de Bernardino e Marcelino Silveira Catarina. O Padre foi Vicente d'Argenzio. O casamento civil ocorreu no dia 14 do mesmo mês, em Barra Velha. Foram testemunhas, Miguel Leal de Souza Nunes, negociante, residente no Itapocú, 50 anos; e Domingos José de Borba, irmão de Bernardino. Antonia nasceu no dia 13/06/1872, em Barra Velha. Tiveram quatro filhos nascidos em Barra Velha. Moraram no Itaperiú (1889). Bernardino faleceu após 1891. 
Filhos:

6.1 Maria (*30/03/1890, Itaperiú, Barra Velha) 



6.2 João (*16/05/1892 ou 15/11/1892, Itaperiú) 



6.3 Lucinda (*04/03/1894, Itaperiú, Barra Velha +01/12/1896, Barra Velha, de febre Sep: Itapocú)




6.4 José (*10/03/1896, Itaperiú, Barra Velha) 





7. Eduarda Maria da Conceição nasceu dia 23/04/1865, em Barra Velha, onde foi batizada no dia 18/09/1865, pelo Padre Antonio Francisco Nobrega. Foram padrinhos, Eduardo Soares da Costa e Maria José Pereira. 
Casou com João Raulino Pereira, no dia 17/12/1881, em Penha, com o Padre João Domingues Alvares Veiga. Foram testemunhas, José Francisco de Souza e Joaquim Felicio Borges. João Raulino nasceu por volta de 1863, filho do primo paterno de seu pai, Raulino José Pereira e de Maria Polucena de Jesus. 
Filhos:

- [Ver filhos em Família de Joaquim José Pereira] 





8. Jacintho José de Borba nasceu por volta de 1867, em Barra Velha. Sabia escrever. 
Casou com Maria Mathildes Pereira, na casa de Manoel Joaquim de Souza, no Serro, em Barra Velha, em missão realizada pelo Padre João Maria Cybeo. Maria Mathildes nasceu por volta de 1867, em Camboriú, e era neta do primo de seu avô materno, e filha de Florêncio Pereira da Silva e Maria Francisca Soares. Moraram no Itaperiú, na Freguesia de Barra Velha, antes de 1889. No dia 14/11/1934, Jacintho recebeu do Estado de Santa Catarina a concessão de uma área de terra de 148.195 m² no Itaperiú. Jacintho faleceu após 1891. Foi sepultado em Santo Antonio.  Maria Mathildes Pereira faleceu no dia 31/12/1933, no Itaperiú, com 66 anos. Foi sepultada em Santo Antonio. 
Filhos:

8.1 Maria (*12/03/1889, Itaperiú, Barra Velha +Antes 1934) 



8.2 Procoro (*09/04/1890, Itaperiú, Barra Velha +Antes 1934) 



8.3 Anna Maria do Espirito Santo (*17/05/1891, Itaperiú, Barra Velha +17/06/1967, Santo Antonio, São João do Itaperiú Sep: Santo Antonio).
Casou com Antonio Amandio da Rosa (*~1893, Barra Velha), filho de Amandio João Claudino e Maria Rosa de Jesus, no dia 29/09/1917, no cartório de Barra Velha. Moraram em São João do Itaperiú.



8.4 José Jacinto de Borba (*15/11/1892, Itaperiú Bat. 05/01/1893, Barra Velha Padr: Manoel Florêncio Pereira e Anna Maria de Jesus +12/08/1965, Joinville Sep: São João do Itaperiú). 
Casou com sue prima Maria Lina da Conceição (*~1897, Itaperiú), filha de seu tio José Pereira Soares e Lina Joaquina Pereira. Tiveram 8 filhos. 



8.5 Isabel Maria Pereira (*21/12/1894, Itaperiú, Barra Velha). Filhos: Bento de Borba (*23/03/1922, São João do Itaperiú Bat. 19/08/1922, Capela Santo Antônio, Itaperiú).
Casou. 



8.6 Maria Pereira de Borba (*08/06/1896, Itaperiú, Barra Velha). 
Casou. 



8.7 Tertuliana Maria Pereira (Tertulina) (*27/04/1899, Itaperiú +01/07/1974 Sep: São João do Itaperiú). 
Casou com Pedro Celestino Correa (*19/05/1896, Itaperiú +22/05/1973, Hospital da Serrinha, de caquexia Sep: São João do Itaperiú), filho de Felippe Correa da SilvaMaria Pereira Soares, no dia 18/12/1920, na Capela do Itaperiú. Elias Cypriano Rocha e Francisco Manoel Vieira foram testemunhas.
Filhos:
- [Ver filhos em Família Correa da Silva]



8.8 Furgencio Jacintho de Borba (Florgencio) (*01/01/1900, Barra Velha +28/11/1956, Joinville Sep: Santo Antonio). Aprendeu a ler e a escrever, e se assinava Florgencio. 
Casou com Izabel Maria de Aguiar (*30/05/1902, Itapocú +22/10/1950 Sep: Santo Antonio), no dia 22/01/1927, na residência de Julio Henrique Ferreira, no Itaperiú. Foram testemunhas, Marcellino Borges, 27 anos, lavrador, no Ribeirão da Corda, José Raymundo da Silveira, 22 anos, lavrador, no Itaperiú, Auta Ferreira Borges, 20 anos, doméstica, no Ribeirão da Corda. Também estavam presentes, Severo Francisco de Moraes como Juiz de Paz, Saturnino Jacintho de Borba. Furgencio faleceu no dia 28/11/1956, em Joinville. 
Filhos:
- Maria Isabel (*06/09/1929 +19/02/1988 Sep: Santo Antonio)
Casou com _ Reinert.



8.9 Saturnino Jacinto de Borba (*29/11/1903 +01/03/1961 Sep: Santo Antonio)
Casou com Luiza D. (*13/05/1907 +23/09/1973 Sep: Santo Antonio)



8.10 João Jacinto de Borba (*~1906). 



8.11 Francisca Maria Pereira (*~1908). 
Casou. 





9. João Felicio de Borba nasceu no dia 22/05/1871, em Barra Velha, onde foi batizado, aos dois meses e 15 dias, no dia 06/08/1871. Foram padrinhos, o primo paterno de seu pai, Raulino José Pereira e sua mulher Maria Polucena da Conceição. 
Casou com Ana Soares da Conceição, nascida dia 28/07/1873, em Barra Velha, filha de Mariano Soares da Costa e de Marcelina Ignacia da Conceição, no dia 04/04/1896, em Barra Velha. Moraram no Itaperiú.
Filhos:

9.1 José (*~1897, Barra Velha)

9.2 Francisco (*~1910 +01/02/1914, na casa de João Domingos Rodrigues, no Morro do Furado, Paraty, de tosse comprida Sep: Vila de Paraty)





Referências

- MAFRA, Inácio da Silva. Famílias Mafra. Disponível em: <http://www.mafra.com.br/genealogia>. Acesso em: 05 jan. 2015.

- RECANTO DAS LETRAS. Biografias. Disponível em: <http://www.recantodasletras.com.br/biografias/566663>.

- TOMIO, Telmo. Telmo Tomio: Genealogia e história, catarinense e familiar. Disponível em: <http://telmotomio.pro.br>. Acesso em: 05 jan. 2015. 

- TOMIO, Telmo. Telmo Tomio: Genealogia e história. Disponível em: <http://telmotomio.blogspot.com.br/>. Acesso em: 05 jan. 2015.