Família Leal de Souza Nunes


Por Elis de Sisti Bernardes


Ainda no século XIX, estabeleceu-se na Freguesia de Barra Velha a família Leal de Souza Nunes.

Dois filhos de José Leal Nunes e Luiza de Souza Severina, naturais de Tijucas Grande: Miguel Leal de Souza Nunes João Leal de Souza Nunes.

Eram netos paternos de João Leal Nunes, natural da Freguesia de São José, e Maria Antônia, natural da Freguesia de São Miguel da Terra Firme, e maternos de Miguel de Sousa Soares, natural da Freguesia de São Miguel, e Ana Severina.

O pai deles, José Leal Nunes, faleceu no dia 25/04/1880, em Tijucas, aos 74 anos.




1. Miguel Leal de Souza Nunes (*~06/1836 Bat. 21/09/1836, Porto Belo +08/12/1894, Itapocú, após sofrer por muito tempo dos pulmões Sep: Itapocú), filho de José Leal Nunes e Luiza de Souza Severina. Sabia escrever. Foi negociante. Mudou-se para Barra Velha antes de 1871. Foi integrante do Colégio Eleitoral de São Francisco do Sul por Barra Velha.

Casou com Perpetua Rita Garcia, a Peta (ou Perpétua Vieira Régis) (*~1855, São Miguel +Após 1897), filha (de criação?) de Justino Francisco Garcia e Rita Zeferina (ou Clarinda Regis?). Moraram no Itapocú, Barra Velha (1872-1889). 

Filhos: 


- Athanasio Garcia Leal (*12/05/1872, Barra Velha Bat. 11/08/1872, Barra Velha Padr: Justino Francisco Garcia e sua mulher Clarinda Luiza Garcia +Antes 1958). Sabia escrever. Foi negociante. Morou no Itapocú (1891).
Casou com Eulalia Justina Garcia (*31/07/1874, Itapocu +Antes 1958), professora, filha de Justino Francisco Garcia e Clarinda Luiza da Silveira, no dia 20/11/1897, na casa de Athanasio, pelo cartório do Itapocú. 
Filhos:

- Joel Leal (*~1893)

- Emmanoel Hermes Garcia Leal (*28/08/1908 +09/06/1958, Joinville, de insuficiência cardíaca Sep: Joinville). Foi mecânico. 
Casou com Irma Wally Colin (*12/03/1912, Joinville +05/06/1948, Joinville), filha de Bruno Colin e Emilia May.

- Déa da Conceição (*05/05/1900, Itapocuzinho Bat. 05/08/1900, Joinville Padr: Belarmino Garcia e Perpétua Leal)
Casou com Hildebrando Reinert, filho de Alexandre Manoel Reinert e Benta Maria Zunino.
          - Hildéa Reinert
          - Hildemar Reinert 
          - Hildeu Reinert 
          - Hildemir Reinert 
          - Hildeberto Reinert 
          - Hildebrando Reinert 
          - Hildete Reinert 
          - Hildeneo Reinert

- Maria Regina Leal (*~1893)

- Ester Leal (*~1893)
Casou com Ovídio Pereira da Silva.

- Leonel Leal (*~1893)

- Miguel Leal (*1893)



- Escravos de Miguel Leal de Souza Nunes:

- Maria Raimunda Vieira. Mulata. Escrava de Miguel.
Filhos:

- Paulo (*20/01/1871 Bat. 02/07/1871, Barra Velha Padr: Ricardo, escravo de Manoel Alberto e Ritta Ignacia da Conceição, escrava de Joaquim Antonio Marcellino). Escravo de Miguel.
- Gaspar (*25/03/1885 Bat. 12/10/1885, Barra Velha Padr: Antonio, liberto e Rita, liberta). Nascido livre.






2. João Leal de Souza Nunes (*~1841, Tijucas +19/05/1901), filho de José Leal Nunes e Luiza de Souza Severina. Mudou-se para Barra Velha antes de 1866 e mudou-se para Joinville (1893). [Ver escravos] 

Casou com Maria Donaria de Jesus (*Tijucas +Antes 1893), filha de Tomé da Rocha e Maria. Moraram no distrito de Barra Velha. 
Viúvo, João casou com Leonida Raimunda Maria Vieira (*Antes 1857), filha de José Raimundo Vieira e Maria Emília da Conceição. 

No dia 13/09/1882, João Leal de Souza Nunes recebeu do Estado de Santa Catarina a concessão de 484.000m² em Barra Velha.

Em 1887 colocou a venda uma propriedade em Joinville.
Jornal Folha Livre. Joinville, 1887.

Filhos com Maria Donaria: 

- João Leal e Silva (*1863, Tijucas +01/10/1911, Itaperiú, de cancro, após sofrer por 6 meses Sep: Itapocú). Morou no Itapocú (1893). Sabia escrever. Foi Inspetor de Quarteirão (1896), embarcadiço e negociante. 
Casou com Etelvina Lucinda da Silveira (*~1870 +Após 1911), filha de Manoel José da Rosa da Silveira e Lucinda Rosa, moradores no Itapocú, no civil dia 01/01/1893, pelo cartório de Barra Velha e no dia 05/01/1893, na Matriz de Barra Velha. Foram testemunhas: Miguel Leal de Souza Nunes e Manoel Jacintho Duarte. Moraram no Itaperiú. 
Filhos: 

- Laudelino Roza Leal (*~1887 +Após 1926). Foi negociante e operário. Morou no Itaperiú (1918-1927). 
Casou com Lylia Rosa (ou Lidia) (*~1892 +09/09/1927, Itaperiú Sep: Itapocú), filho de Onofre Francisco da Rosa e Leonyda Garcia da Rosa. 
Filha:
          - Maria (*Antes 1927)


Filhos com Leonida:


João (*12/07/1873 Bat. 31/08/1873, Penha Padr: Antonio Joaquim de Macedo e sua mulher Maria Vieira de Macedo)


Hermojenes (*09/10/1874 Bat. 07/02/1875, Penha Padr: Amandio Sonho? e Anna Maria Macedo)


- Olídio (*29/07/1878, Barra Velha) 


- Leonido (*07/08/1879 Bat. 26/03/1881, Barra Velha Padr: Vigário João Domingos Alvares Veiga e Joaquina Rosa de Jesus)



- Escravos de João Leal de Souza Nunes:

- Balbina. Nação. Escrava de João.
Filhos:

- Maria (*07/09/1856 Bat. 14/11/1856, Penha Padr: Ernesto Augusto de Bustamante de Guilhoubert e Maria Bernardina Augusta dos Santos). Preta. Escrava de João.





Referências

- CARTÓRIO CIVIL. Livros de registros.
- IGREJA CATÓLICA. Livros de registros.
- MAFRA, Inácio da Silva. Famílias Mafra. Genealogia.