Antonio Vieira da Cunha


Por Elis de Sisti Bernardes


Antonio Vieira da Cunha era natural e batizado na Freguesia do Rio de São Francisco, atual São Francisco do Sul.

Casou com Maria Arbona, natural e batizada na Freguesia do Rio de São Francisco, filha de Bartolomeu Arbona e Josefa Rodrigues.

Antonio era lavrador e morou na Rua de São José, no lado direito, em São Francisco do Sul (1808).

Antonio fez um pedido de sesmaria em 1804, onde solicitou um lote de terras no lugar chamado Jagoaruna (que significa “onça negra”, em tupi). Segundo o documento, ele vivia ali, com sua numerosa família, desde 1779. Suas terras iam da nascente do Rio Jagoaruna, até o mar. Esta carta de Sesmaria, diz que ao Norte, “hum sertão inculto”; e ao Sul, deste lote ficavam os cultivos de Salvador Alves Marinho, próximo a região atual da Figueira do Pontal. Estas terras no Jagoaruna (atual localidade do município de Itapoá) geraram uma disputa com o Capitão de Milícia Leandro J. de Araújo, que almejava as mesmas terras, movido por conflitos pessoais. Entretanto, Antonio Vieira da Cunha ganhou a disputa.



Filhos: 


1. Domingos Vieira da Cunha (*São Francisco do Sul)
Casou com Joaquina Rosa (*Santo Antônio de Lisboa, Desterro, Florianópolis), filha de Manoel Antônio de Sousa e Mariana de Jesus, viúva de Inácio Coelho da Costa (*São Mateus da Calheta, Angra do Heroísmo, Ilha Terceira, Açores), no dia 16/02/1809, em Santo Antônio de Lisboa 





2. Maria Clara da Cunha
Casou com Manoel Lourenço, filho de Salvador Afonso Moreira e Ana Lourenço de Jesus.
Filhos:

- Angélica (*07/03/1805 Bat. 19/03/1805, São Francisco do Sul)





3. Antônio da Cunha (*São Francisco do Sul)
Casou com Maria Joaquina Tavares (*Desterro, Florianópolis Bat. Matriz de Desterro), filha de Vitoriano José Tavares e Joaquina Maria, naturais de Desterro. Moraram em Camboriú.
Filhos: 

- Genoveva Maria da Cunha (*07/12/1805, Vila de Desterro, Florianópolis Bat. 04/01/1806, Nossa Senhora do Desterro, Florianópolis Padr: Manoel Fernandes Lessa e sua mulher Maria Magdalena)
Casou com José Francisco Thomas da Costa, filho de Tomas Francisco da Costa e Genoveva Rosa.
Filhos:
     - Venâncio José da Costa 
     Casou com Felisbina Maria da Silva, filha de João Antonio da Silva Appolinario e Felisbina Maria da Silva. Filho: Bernardino (*04/09/1866 Bat. 13/01/1867, Capela Santo Amaro, Camboriú Padr: Bernardino Chaves Antão e Josefa Genoveva da Costa)
     - Margarida Genoveva da Costa 
     Casou com Luciano José Vieira, filho de Pedro Vieira e Joaquina Rosa. [VER Família Vieira]
     - Laurinda Genoveva de Jesus ?
     Casou com José Ignacio da Silva.
     - Amandio Thomas da Costa 
     Casou com Emilia Rosa da Silva, filha de José Raymundo da Silva e Anna.
     - Josefa Genoveva da Costa
     Casou com Bernardino Chaves Antão, filho de Antônio Gonçalves Chaves e de Constantina Rosa de Souza, no dia 05/10/1874, em Camboriú.

- Rita Maria Joaquina (*Vila de Desterro, Florianópolis)
Casou com Inácio José da Silva (*19/08/1797, Santo Antônio de Lisboa, Desterro, Florianópolis), filho de Félix José da Silva, natural da Vila do Rio Grande, RS, e de Maria Joaquina, natural de Santo Antônio de Lisboa, Desterro
Filhos:
     - Felicidade (*08/10/1821, Enseada de Garoupas, Porto Belo)
     - Deolinda Silva (*14/04/1829, Enseada de Garoupas, Porto Belo)
     - José Ignacio da Silva. Casou com Laurinda Tomasia, filha de José Francisco Tomás da Costa e Genoveva Rosa.
     - Cipriana Rita (*12/10/1833, Itajaí). Casou com Policarpo André da Silva.

- Inês Maria da Cunha (*30/12/1809, Desterro, Florianópolis Bat. 07/01/1810, Desterro, Florianópolis Padr: Alferes Manoel Joaquim de Soiza Medeiros e Dona Matildes de Campos, solteiros)
Casou com José da Silva Correia (Bat. 15/08/1784, Santo Antônio de Lisboa, Desterro), viúvo de Maria Joaquina da Encarnação (filha de Antônio Pereira de Sousa e Inês Maria da Encarnação), filho de José da Silva Correia, natural da Freguesia de Nossa Senhora do Desterro, Florianópolis, e de Vitória Joaquina de Lacerda, natural da Vila do Rio Grande, RS. Moraram em Camboriú.
Filhos:
     - Eduardo (*27/01/1835, Porto Belo Bat. 07/03/1835, Porto Belo Padr: Joaquim Antonio da Cunha e Felisbina Pereira da Assenção +)
     - Carolina Inês da Encarnação
     Casou com José Francisco Pereira dos Santos, filho de Manoel José dos Santos e de Clara Maria do Espirito Santo, moradores em Camboriú, no dia 20/09/1847, na Matriz de Porto Belo.
     - Marcelino (*14/10/1841, Porto Belo Bat. 08/01/1842, Porto Belo Padr: Felicio de Borba Coelho e Thomazia Francisca)
     - Maria (*~26/03/1844, Porto Belo Bat. 26/05/1844, Porto Belo Padr: Jose Antonio da Cunha e Agueda da Silva)
     - Rita (*25/04/1848, Camboriú Bat. 20/08/1848, Camboriú Padr: Faustino Antonio do Nascimento e sua mulher Rita Maria Candida)
     - Francisco (*25/04/1848, Camboriú Bat. 20/08/1848, Camboriú Padr: Francisco Antonio da Cunha e Floriana Rosa da Silva)
     - Júlia (*14/12/1849, Porto Belo Bat. 10/01/1850, Porto Belo Padr: João Francisco dos Santos e sua filha Julia Francisca dos Santos)
     - Jacinta (*04/07/1852, Porto Belo Bat. 05/08/1852, Porto Belo Padr: Joaquim Jose Rabello e Maria Januaria da Conceição)
     - José Correia da Silva
     Casou com Maria Rosa de Jesus, filha de José Cipriano Custódio e Ana Cesária de Jesus.
     - João Correia da Silva (*Itajaí)
     Casou com Maria Isabel Fernandes da Silveira, filha de Manoel Fernandes da Silveira, natural do Rio de Janeiro, e de Maria Clara dos Santos, natural de Camboriú.

- Felisbina (*28/09/1811, Desterro, Florianópolis Bat. 06/10/1811, Desterro Padr: Domingos Vieira da Cunha e Joaquina Rosa)

- João Antônio da Cunha (*~1820, Porto Belo +09/05/1901, Itajaí Sep: Itajaí)
Casou com Leonor Maria da Silva (*02/07/1823, Porto Belo Bat. 07/09/1823, Porto Belo Padr: Marcelino Jose da Costa e Damazia do Espirito Santo, casados +19/08/1902, Itajaí, vítima de congestão Sep: Itajaí), filha de Jose da Silva Correia e Maria Joaquina da Encarnação, no dia 08/01/1842, na Matriz de Porto Belo. Foram testemunhas: João Antonio da Silva Apolinario e Alexandre Correia da Silva.
Filhos:
     - Maria Simoa (*~28/12/1844, Porto Belo)
     - Cristina Leonor da Silva (*24/07/1848, Camboriú)
     - Margarida Leonor da Cunha (+)
     - Manoela Leonor da Cunha (*14/04/1855 +)
     - Veríssima Leonor da Cunha (*20/10/1855 +12/03/1939)
     - João (*10/01/1860, Camboriú)
     - Zeferino (*26/08/1861, Sertão da Bicheira, Camboriú +)
     - Leonida Leonor da Cunha (+)
     - Maria Eleonora da Cunha (*21/10/1868, Itajaí)




Referências

- CARTÓRIO CIVIL. Livros de registros.
- IGREJA CATÓLICA. Livros de registros.
- MAFRA, Inacio da Silva. Famílias Mafra. Genealogia.
- TOMIO, Telmo. Genealogia e História.
- VIEIRA, Gleison. Alguns acontecimentos históricos de Itapoá pelo viés da secular ocupação agrária do Sahy. Jornal da Educação, Joinville, 11 maio 2007.