Família Alves da Silva


Por Elis de Sisti Bernardes


Ainda no século XIX, duas distintas famílias com o sobrenome Alves da Silva mudaram-se para o Itaperiú. Uma descende de Furtunato Alves da Silva, morador de Barra Velha, e a outra descende de Amaro Alves da Silva.



1. Família de Furtunato Alves da Silva

Furtunato Alves da Silva, natural e morador de Barra Velha, era filho de Antônio Gonçalves Nogueira e Thereza Alves da Silva, moradores no Taboleiro, em Barra Velha. 

Furtunato casou três vezes.

Primeiro casou com Joanna Maria Dias, com quem teve o filho:
1. Domingos Furtunato Alves (*~1852)

Joanna Maria Dias faleceu antes de 1854.

Viúvo, Furtunato casou pela segunda vez com Ignacia Luiza Benta (ou Ignacia Maria, ou Ignacia Rosa de Jesus), nascida por volta de 1835, em Penha, filha de José Bento Antunes de Góes, natural de São Francisco do Sul, e de Luiza Maria de Jesus, natural de Armação de Itapocoroy, e moradores no Taboleiro, em Barra Velha. Neta paterna de Gonçalo de Góis e Margarida Maria Antunes, naturais de São Francisco do Sul e materna de Manoel Gonçalves da Luz e Maria do Rosário Pedroso, naturais de Armação de Itapocorói.
Tiveram os filhos: 
2. Antonio Furtunato de Góes (ou Alves da Silva) (*21/01/1855 +11/08/1943, Taboleiro, Barra Velha)
3. Benjamim Furtunato da Silva (*Antes 1857)
4. José Fortunato Alves (da Silva) (*02/02/1860, Taboleiro, Barra Velha)

Ignacia faleceu antes de 1865.

Casou pela terceira vez com Anna Lucinda Rosa de Jesus de Carvalho (+Antes 1895), filha de João Paulo de Moura e Lucinda Carvalho, com quem teve os filhos:
5. Justino Fortunato Alves (*~1865)
6. Joaquim Furtunato Alves (*~1867)
7. Manoel (*~1870)

Furtunato morou no Itapocú (1887-1892), na Freguesia de Barra Velha. Anna faleceu entre 1885-1895. Furtunato Alves da Silva faleceu após 1895.

Antes de 1890, já morava no Itaperiú, a família de Joaquim Furtunato Alves, no Ai, no atual bairro de Santa Luzia, e a de José Fortunato Alves Benjamim Furtunato da Silva, no Itaperiú.




Filhos de Furtunato com Joanna Maria Dias:




1.1 Domingos Furtunato Alves (*~1852 +Após 1887). Morou no Itapocú.
Casou com Maria Bernardina da Conceição (*~1870, Itapocú), filha de Bernardino Braz de Sena e Maria Francisca da Conceição, viúva de Manoel Joaquim de Sant'Anna, moradora no Itapocú, no dia 24/09/1892, na casa de Joaquim Baptista da Silva, pelo cartório de Barra Velha.




Filhos de Furtunato com Ignacia Luiza Benta:





1.2 Antonio Furtunato de Góes (ou Antonio Furtunato Alves da Silva) (*21/01/1855 Bat. 24/08/1855, Penha Padr: José Firmiano de Ramos e a avó materna +11/08/1943, Taboleiro, Barra Velha Sep: Barra Velha). Cor morena.
Casou com Nazaria Maria de Jesus (*~1867 +18/01/1937, Barra Velha Sep: Barra Velha), filha de Jorge Adriano e Maria Helena. Moraram no Taboleiro, em Barra Velha.
Filhos:

- Joaquim Antonio de Goes (*~1891 +05/10/1952, Barra Velha Sep: Barra Velha). Foi pescador.
Casou com Hildebranda Isabel de Moraes, apenas na igreja.
Filhos:
          - Antenor Joaquim de Góes (*~1920)
          Casou com Ilca Cordeiro, no dia 02/01/1948, no cartório de Barra Velha.
          - Maria de Góes (*~1921)
          Casou.
          - Ilda Hildebranda de Goes (*07/06/1924)
          Casou com João Dionizio Correia (*19/03/1915), filho de Deunisio Correa dos Santos e Maria Luiza da Conceição, moradores em Massaranduba, pescador e morador em Barra Velha, no dia 02/05/1941, no cartório de Barra Velha.

- Antonio Furtunato de Góes (*~1894, Barra Velha +20/07/1930, Barra Velha Sep: Barra Velha). Foi pescador.
Casou com Adelaide Antonia de Jesus (*~1894, Barra Velha +Após 1947), filha de Narcizo Soares Gomes e Antonia Joaquina de Jesus, no dia 26/12/1913, na casa de Narcizo Soares Gomes, no Taboleiro, pelo cartório de Barra Velha.
Filhos:
          - Pedro (*~1914)
          - Joaquina Adelaide de Góes (*~1916 +19/11/1935, Taboleiro, afogada Sep: Barra Velha)
          Solteira, teve os filhos: Anibal (*~1933); e Adalgiza (*~09/1935).
          - Maria (*~1917)
          - Manoel (*~1918)
          - Rosa Adelaide de Góes (*15/09/1918, Barra Velha)
          Casou com João Miguel Antonio (ou da Silva) (*15/10/1919, Barra Velha), filho de João Miguel da Silva e Sofia Demeciana Hein, pescador, no dia 25/10/1947, pelo cartório de Barra Velha. Filha: Geni de Goes (*30/05/1945)
          - Vicente Antonio de Góes (*~1920)
          - José (*~1921)

- José Antonio de Góes (*~1892, Barra Velha +27/04/1955, Barra do Sul)
Casou com Ignez Christina de Moraes (ou Ignez de Moura Machado) (*~1896, Barra Velha +19/11/1977, Barra do Sul), filha de Joaquim Dionysio (ou Gregorio) Machado e Maria Laurinda de Jesus de Moura, no dia 31/08/1918, no cartório de Barra Velha, e no dia 06/12/1920, na Matriz da Barra Velha. Moraram no Taboleiro, em Barra Velha e mudaram-se para a Barra do Sul.
Filho:
          - Alfredo (*~1925 +05/07/1927, Taboleiro, Barra Velha, de ataque de vermes)
          - Cezaria

- Manoel Antonio de Góes (Manoel Fortunato) (*~1907).
Casou com Maria Adelina de Góes. Manoel foi citado no livro "Notícias dos fanáticos de Barra Velha", de José Carlos Fagundes: "que tornou-se inimigo do lageano (José Maria Antunes Ramos) depois que este lhe obrigou a casar-se com uma menor que ele supostamente havia molestado sexualmente."

- Maria Nazaria de Góes
Casou com _ Batista de Almeida.

- Luiza Nazaria de Góes (*~1911)
Casou com João Narciso Gomes.

- Miguel Antonio de Góes (*~1912)
Casou com Maria Florinda de Jesus, mas não oficializaram civilmente.
          - Manoel Miguel de Góes (*1944 +28/11/1950, Barra Velha). Cor morena.

- João Antonio de Góes (*~1914). Solteiro em 1937.

- Benvinda Nazaria de Góes (*~1906 +30/06/1944, Taboleiro, Barra Velha). Cor morena.
Solteira teve os filhos:
          - Nara (*~1937)
          - Florencio (*~1938)
          - José (*~1939)
          - Nazario (*~1940)
          - Maria (*~06/1944)




1.3 Benjamim Furtunato da Silva (Benjamim Furtunato Alves) (*~1857, Barra Velha +20/04/1907, Itapocú, de postema Sep: Itapocú)
Casou com Maria Agostinha de Carvalho do Nascimento (*02/06/1862, Itapocu +Após 1913), filha de Agostinho Carvalho Bueno e Maria Luiza do Nascimento (+Antes 1891), na casa de Antonio Jacintho Duarte, no Sertão do Itapocú, e foi realizado pelo Pe. João Maria Cybeo. Moraram no Itaperiú e no Itapocú (1907-1910).
Filhos:

- Bento Benjamim de Góes (ou Alves) (*19/03/1883, Barra Velha Bat. 11/06/1884, Barra Velha Padr. Fortunato Alves da Silva e Francisca Maria da Chaga +06/02/1946, Itapocú)
Casou com Floripa Alves de Moura (*~1887), filha de Alexandre Lopes de Moura e Veronica Joaquina de Jesus, no dia 07/09/1908, no Itapocú.

- Maria Ignacia do Nascimento (*~1884, Itapocú +Antes 1907)
Casou com seu primo Alexandre Furtunato Alves (*28/03/1882, Barra Velha), filho de José Furtunato Alves e Fermina Anna da Conceição, no dia 11/04/1903, no cartório do Itapocú.

Anna Maria Alves do Nascimento (*17/07/1885, Barra Velha Bat. 12/10/1885, Barra Velha Padr: Joaquim Fortunato Alves e Anna Carvalho do Nascimento +Após 1907)
Casou com Alexandre Alves Garcia (*~1883), morador no Distrito de Joinville, filho de Laurindo Alves da Silva e Maria Garcia dos Santos, no dia 21/05/1904, no cartório do Itapocú.

- Josina (*11/10/1886, Barra Velha Bat. 22/11/1886, Rainha Padr: Agostinho Carvalho Bueno e Rita Sebastiana de Souza +Antes 1907)

- Clara (*21/12/1887, Barra Velha Bat. 08/04/1888, Barra Velha Padr: Antonio Manoel dos Santos e Maria Thomazia da Conceição +Antes 1907)

- Antonio Benjamim da Silva (*~1889, Barra Velha +Após 1913). Não sabia escrever. Morou no Itaperiú.
Casou com Antonia Clementina de Oliveira (*~1884, Barra Velha), moradora no Itapocú, filha de Francisco Silvestre da Silva e Clementina Maria de Oliveira, no dia 06/02/1910, no cartório de Barra Velha.
Viúvo, Antonio casou com Maria Antonia de Souza (*~1894), filha de Antonio Jose Nogueira e Vicencia Cipriana de Souza, no dia 23/03/1913, no cartório do Itapocú.

- Joanna Maria Agustinha (*29/03/1891, Itaperiú +Após 1910)
Casou com Luiz Antonio Fernandes (*~1883), filho de Domingos José Fernandes e Antonia Maria da Conceição, morador no Paraty, no dia 26/03/1910, na casa de Damazio Machado, no Itapocú.

- Luiza Maria Alves (*19/08/1893, Itapocú +02/04/1895, Itapocú, de febre intermitente Sep: Itapocú)

- Ignacia Maria Alves (*08/10/1894, Itapocú Padr: Manoel Agostinho Carvalho e sua mulher Anna Maria Teixeira +31/05/1895, Itapocú, de febre Sep: Itapocú)

- José Benjamin Alves (*~1896 +27/07/1907, Itapocú, de influenza Sep: Itapocú)

- João (*~1902 +Após 1907)





1.4 José Fortunato Alves (da Silva) (*02/02/1860, Taboleiro, Barra Velha Bat. 26/04/1860, Penha Padr: Felicio de Souza Soares e Maria Rosa de Jesus, moradores no Taboleiro +Após 1928)
Casou com Fermina Rosa da Incarnação, ou Fermina Anna da Conceição dos Santos Lamim (+Antes 1918), filha de José Maria Carlos e Anna Sebirina de Jesus. Moraram no Itaperiú. José foi Inspetor de Quarteirão do Ai, no Itaperiú.
Filhos:

- Antonio (*18/09/1880, Penha Bat. 12/12/1880, Penha Padr: Antonio Alves da Silva e Antonia Izabel de Jesus)

- Alexandre Furtunato Alves (*28/03/1882, Barra Velha Bat. 23/09/1882, Barra Velha Padr: José Damasio Machado e Cypriana Thomasia de Jesus)
Casou com sua prima Maria Ignacia do Nascimento (*~1884, Itapocú +Antes 1907), filha de Benjamim Furtunato Alves e Maria Carvalho do Nascimento, no dia 11/04/1903, no cartório do Itapocú. Morou no Boa Vista, distrito de Barra Velha.
Viúvo, Alexandre casou com Ovidia Roza da Conceição (*~1888), filha de Antonio Salvador Francisco e Roza Lucinda de Jesus, moradora no Rainha, município de Joinville, no civil dia 31/03/1918, no Itapocú.

- João Fortunato Alves (*18/09/1884, Barra Velha Bat. 07/06/1885, Barra Velha Padr.: Domingos Fortunato Alves e Maria Coutinho da Conceição +Após 1925)
Casou com Maria Izabel de Maçaneiro (ou dos Santos) (*~1881, Barra Velha +25/11/1909, Ai, Barra Velha, de influenza Sep: Itapocú), filha de José Silvano dos Santos Isabel Maria de Massaneiro, no dia 02/04/1904, no cartório do Itapocú. Moraram no Morro Grande, Itapocú e no Ai, no Itaperiú (1910).
Filho:
          - José João Fortunato (*Antes 1909)
Viúvo, João casou com Izabel Maria de Quadros (*01/08/1897), filha de André Fernandes da Maia e Maria Marcellina de Quadros, moradora no Morro Grande, no Itapocú, no civil dia 25/07/1925, na casa de Maria Marcellina de Quadro, no Morro Grande, no Itapocú.

- Fernando (*13/12/1885, Barra Velha Bat. 04/11/1886, Barra Velha Padr: José Pereira Soares e Maria Mathildes Pereira)

É provável que José tenha se amasiado com Rosa Anna de Jesus, com quem teve filhos registrados como de pai incógnito.
Filhos de Rosa Anna de Jesus:

- Maria (*~1899 +08/04/1900, na casa de Rosa Anna de Jesus, Ai, Barra Velha, de sarampo Sep: Itapocú)

- José (*~01/1901 +24/07/1901, na casa de José Fortunato Alves, Ai, Barra Velha, de influenza Sep: Itapocú)




Filhos de Furtunato com Anna Lucinda de Jesus de Carvalho:




1.5 Justino Fortunato Alves (ou Justino Alves da Silva) (*~1865 +20/01/1908). Morou no Itapocú (1890).
Casou 1º com Diolinda Cypriana da Conceição de Souza, filha de Antonio Joaquim Fernandes de Souza e Cypriana Anna de Jesus do Espirito Santo, moradores de Barra Velha, no dia 08/07/1892, na Matriz de Barra Velha.
Casou com Adrina Maria da Conceição. Moraram no Itapocú.
Filhos com Diolinda:

- Maria Diolinda Alves (*18/06/1895, Itapocú)

Filhos com Adrina Maria da Conceição:

- Severino Justino Alves (*10/07/1900, Itapocú). Morou no Morro Grande, Itapocú.
Casou com Hermelina Clara dos Santos (*01/01/1901), filha de Antonio Elias dos Santos e Maria Cezarina da Conceição, moradores no Morro Grande, no dia 03/01/1923, no cartório do Itapocú.




1.6 Joaquim Furtunato Alves (*~1870, Freguesia de Barra Velha +Entre 1915-1927). Não aprendeu a escrever.
Casou com Madaglina Barbara de Jesus (ou Magdalena Barbara Martinha) (*06/1866, Freguesia de Barra Velha +Após 1927), moradora no Itapocú, filha de Manoel Silvestre da Silva e de Barbara Maria Martins (ou Barbara Martinha da Conceição), no dia 22/11/1887, na Freguesia de Barra Velha. Moravam no Ai (1890), no Itapocú (1894-1895) e no Morro Grande (1915).
Filhos:

Balbina (*01/04/1890, Ai, Barra Velha)

- João (*~1893 +01/12/1895, Ai, na casa de Antonio Silvestre da Silva, de febre Sep: Itapocú) 

- Maria Magdalena da Graça (*10/10/1894, Itapocú +14/07/1927, Beira Rio Itapocú, Paraty, de febre Sep: Itapocú)
Casou com João Clemente Vieira (*01/11/1884, Barra Velha +15/01/1919, Itaperiú, Barra Velha, de inflamação Sep: Itapocú), filho de Clemente José Vieira e Joanna Vieira dos Santos, no religioso dia 20/01/1911, no Itapocú. Moraram no Ai, no Itaperiú.
Filhos [2]. 

- Manoel (*~1909 +11/10/1915, Morro Grande, Itapocú, de febre Sep: Itapocú)




1.7 Manoel (*29/01/1870 Bat. 12/03/1870, Penha Padr: Francisco José de Moura e Infancia da Silva)





2. Família de Amaro Alves da Silva

Amaro Alves da Silva, ou Amaro Luciano, nasceu em Barra Velha, filho de João Alves da Silva e Luciana Maria de Jesus de Oliveira. Neto paterno de Manoel do Espírito Santo Alves dos Santos e de Apolônia Rosa da Silva, naturais de Armação de Itapocorói e materno de Francisco de Oliveira e Maria Rosa da Conceição. Foi batizado em Penha de Itapocoroy. 

Casou com Clementina Adriana de Jesus, nascida no dia 01/10/1860, em Barra Velha, filha de José Francisco dos Santos e Adriana Rosa de Jesus. Neta paterna de Francisco Correia dos Santos e Celestina Rosa de Jesus e materna de Antonio da Rocha e Francisca de Jesus, naturais de Porto Belo. Foi batizada no dia 27/05/1861, na Capela de Barra Velha. Foram seus padrinhos, Francisco Correia dos Santos e Clementina Rosa de Jesus.

O casamento religioso ocorreu no dia 17/11/1876, na Freguesia de Barra Velha. Foram testemunhas: João Olegario da Silva e Ignacio Antonio Marcelino.

Moraram no Itaperiú antes de 1890. 

Amaro Alves da Silva faleceu entre 1907 e 1925. Clementina Adriana de Jesus faleceu entre 1925 e 1951.

Filhos: 



2.1 Celestina (*15/04/1879, Barra Velha Bat. 13/07/1879, Barra Velha Padr: Manoel da Silva Thomas e Celestina Adriana Francisca)



2.2 Candida Clementina de Jesus (*25/07/1882, Barra Velha Bat. 25/09/1882, Barra Velha Padr: Ignacio Alves da Silva e Ignacia Emilia d`Oliveira +08/12/1925, Itinga, picada por cobra Sep: São João)
Casou com João Bernardino de Souza (ou João Bernardo Souza) (*29/10/1881, Barra Velha +01/03/1929, de gripe Sep: Itaperiú), filho de Bernardo Luiz de Souza e Clementina Deolinda de Jesus.
Filhos:
          - Maria Candida (*~1913)
          - João Bernardino (*~1919)



2.3 João Amaro da Silva (João Amaro Luciano) (*10/06/1884, Barra Velha Bat. 07/12/1885, Barra Velha Padr: José Crysantho da Silva e Anna Carolina de Oliveira +25/03/1951, Barra Velha Sep: São João do Itaperiú). Não sabia escrever. Morou no Itaperiú.
Casou com Camilla Maria das Neves (*~1890, Barra Velha +Antes 1951), moradora no Itaperiú, filha órfã de Maria Laurinda de Jesus, moradora no Serro, no dia 29/12/1906, na casa de Amaro Alves da Silva, no Itaperiú.
Filhos:
          - Antonio
          - Otilia



2.4 José (*13/07/1885, Barra Velha Bat. 07/12/1885, Barra Velha Padr: Manoel Alves da Silva e Justina Maria Ramos). Morou no Itaperiú. (*~1896?)
Casou com Galdina Julia da Graça (*~1896, Joinville), moradora no Itaperiú, filha de Patricio Vieira e Julia Maria da Graça, no dia 19/03/1921, na Capela do Itaperiú.



2.5 Lucio (*01/02/1890, Itaperiú)



2.6 Bernardino (*02/02/1891, Itaperiú)



2.7 Claudina (*18/05/1895, Itaperiú) 





Referências

- CARTÓRIO CIVIL. Livros de registros.
- IGREJA CATÓLICA. Livros de registros.
- TOMIO, Telmo. Genealogia e história.