Família Assef


Por Elis de Sisti Bernardes


No início do século XX, Jorge Nicolau Assef estabeleceu-se no Itaperiú.

Jorge Nicolau Assef nasceu por volta de 1886, em Kfaraakka, no distrito de Koura, no Líbano, filho de Nicolau Assef e Saad Nassar.

Além de Jorge, Nicolau e Saad tiveram os filhos: Miguel Nicolau Assef, João Iessmin Assef e Gannuf Assef.

Nicolau mudou-se para o Brasil com a família antes de 1918, estabelecendo-se em São Francisco do Sul, onde teve um comércio de secos e molhados e João Assef teve um comércio de armarinhos e fazendas.

Em julho de 1919, Jorge Nicolau Assef teve um total de 26 contos de réis roubado. Jorge fez uma queixa a Iramaia Gomes, Delegado Regional em São Francisco, que após investigação, chegou a conclusão de que o autor do crime era Miguel Nicolau Assef, irmão de Jorge, que confessou o crime e foi preso.

Jorge Nicolau Assef mudou-se para São João do Itaperiú, onde faleceu com apenas 34 anos, em outubro de 1920, em São João do Itaperiú. Foi sepultado em São João do Itaperiú. Deixou bens a inventariar no Líbano e não deixou testamento. Solteiro e sem filhos, seus irmãos foram seus herdeiros, inclusive o que lhe roubou.

Apenas no dia 14/01/1972, Behzad Fouad Mousse, comerciante libanês, compareceu com um mandado judicial no cartório de São João do Itaperiú para registrar o óbito de Jorge.





Referências

- CARTÓRIO CIVIL. Livros de registros.
- IGREJA CATÓLICA. Livros de registros.
- O MUNICIPIO DE JOINVILLE. Joinville, 23 jul. 1919.